F1: Luiz Razia faz trabalho intenso no simulador da Virgin Racing na Inglaterra

Time se prepara para estrear na Fórmula 1 nos testes coletivos do mês de fevereiro, que serão realizados em três circuitos da Espanha.

O ritmo de trabalho nas fábricas das equipes participantes do Mundial 2010 de Fórmula 1 é intenso. Para as novatas no grid, como é o caso da inglesa Virgin Racing, pilotos, engenheiros e mecânicos trabalham a toque de caixa para que o primeiro modelo construído pelo time vá para a pista nos testes coletivos programados para fevereiro. Contratado como piloto reserva da escuderia, o brasileiro Luiz Razia enfrenta uma rotina de muito trabalho na sede da Virgin, em Bicester, a cerca de 70 km de Londres, na Inglaterra.

“Estou trabalhando com os engenheiros do simulador da equipe, para deixá-lo o mais parecido possível com as condições reais encontradas em uma pista”, contou Razia. “Já fiz cinco sessões de simulação. Em uma delas cheguei a completar 150 voltas”, destacou o piloto, que trabalha em média durante quatro horas em cada teste, com pausas de 15 minutos a cada 30 voltas completadas.

“Por enquanto estamos usando a pista de Barcelona (Espanha) no simulador, porque assim podemos testar também algumas coisas para o carro”, lembrou Razia, que trabalha junto dos outros pilotos do time – Lucas Di Grassi, Timo Glock e Álvaro Parente -, na Inglaterra. “O ambiente na fábrica é bastante animado. Todo mundo está bastante empolgado para colocar os carros na pista o mais cedo possível”, completou o piloto brasileiro sobre o lançamento do primeiro carro da Virgin. A apresentação ainda não tem data marcada, mas deve acontecer no início do mês de fevereiro.

A Virgin Racing é fruto de uma associação do empresário Richard Branson, proprietário do Virgin Group, e da equipe Manor Motorsport, com larga experiência nas categorias de base do automobilismo como a Fórmula Renault e a Fórmula 3 – categorias nas quais conquistou títulos como o campeonato britânico de Fórmula Renault com Lewis Hamilton, e o GP de Macau de Fórmula 3 com Lucas di Grassi. Na Fórmula 1, John Booth – proprietário da Manor – será o chefe da equipe, enquanto Nick Wirth, ex-proprietário da equipe Simtek de Fórmula 1 na década de 90, e ex-engenheiro da equipe Benetton, será o diretor técnico.

Os teste coletivos da Fórmula 1 começam no próximo dia 1º em Valência. Até o final do mês de fevereiro, a categoria passará por outros dois circuitos espanhóis: Barcelona e Jerez de La Frontera. O campeonato mundial 2010 começa em 14 de março, no Bahrein.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *