F1: Manifestante é morto em protesto contra GP do Bahrein, diz site

A realização do Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1 voltou a ficar ameaçada, com um novo protesto no país contra a prova. De acordo com o site holandês GPupdate, um manifestante foi morto, vítima de um tiro na coxa direita. Ele chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos

Segundo a publicação europeia, Ahmed Ismael Abdulsamad foi baleado na noite de sexta-feira, quando participava de um protesto contra o GP na vila xiita de Salmabad, a aproximadamente 15 quilômetros do circuito de Sakhir. O disparo teria sido efetuado de dentro de um carro sem identificação com a polícia barenita, que estava reprimindo a manifestação.

A população do Bahrein almeja reformas políticas e sociais no País e os manifestante e organizações de defesa dos direitos humanos acreditam que a realização do Grande Prêmio de Fórmula 1 estaria apoiando o governo local, que reprime com violência os protestos.

Na temporada passada, o GP do Bahrein abriria a temporada da Fórmula 1, mas sua realização foi adiada devido aos protestos e, posteriormente, cancelada. As autoridades locais garantem que o país tem condições para receber as atividades da F-1 entre os dias 20 e 22 de abril, mas já afirmou que não pode dar garantias de segurança.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *