F1: Red Bull insiste em saber se asa da Mercedes é legal

Escuderia quer explicações da FIA para evitar investir no desenvolvimento e o sistema acabar sendo avaliado como ilegal

A equipe Red Bull ainda cobra esclarecimentos da FIA sobre a legalidade do sistema usado na asa móvel dos carros da Mercedes. A razão de querer uma explicação é evitar em desenvolver o recurso e descobrir que se enquadra fora do regulamento.

Apesar da insistência da Red Bull, a entidade já disse por duas vezes que o sistema usado pela Mercedes está dentro do regulamento. Mas o chefe de equipe da escuderia, Christian Horner, espera um novo esclarecimento do caso antes do GP da China, em 15 de abril.

– Charlie Whiting está levando tudo em consideração e aconteceram algumas conversas com ele durante a semana do GP da Malásia. Acho que ele quis pensar sobre o assunto e nós, claro, respeitaremos a sua posição quando ele definir a situação na China – disse Horner em entrevista ao canal inglês Sky Sports F-1.

O medo da Red Bull é investir em um programa de desenvolvimento e subitamente a FIA alegar que o sistema é considerado ilegal após algumas corridas.

– Todos os dispositivos como este interagem com o resto do carro. Tenho certeza que todos os projetistas da parte da frente do pelotão intermediário estão estudando como o dispositivo funciona, como você poderia incorporá-lo no seu projeto – explicou.

– Mas antes, você precisa construir peças e gastar com isso, para nós, é importante saber isso, se será permitido até o final do ano. E é frequente vermos esclarecimentos técnicos considerarem que algumas coisas não estão em conformidade com o regulamento – concluiu.

Fonte: LANCENET!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *