F1: Marcas de cigarro podem aparecer no GP do Brasil

As empresas tabagistas fazem lobby em Brasília para estarem presentes no GP do Brasil de Fórmula 1, marcado para 22 de outubro, em Interlagos. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

As marcas de cigarro fizeram a sua última aparição em Interlagos na prova do ano passado. A corrida foi disputada inclusive em 25 de setembro em razão da medida provisória que permitia a presença da propaganda tabagista expirar no dia 30 do mesmo mês.

No entanto, a pressão é forte para que seja feita uma outra MP para que as equipes Ferrari, Honda e Renault possam correr novamente neste ano com os seus principais patrocinadores.

As empresas alegam que o cigarro será proibido oficialmente na Fórmula 1 apenas no próximo ano. “No caso do Brasil, basicamente estamos esperando para ver se o presidente Lula manterá a exceção, que teoricamente venceu no ano passado”, disse Gary Carey, diretor da British American Tobacco, patrocinadora da Honda, em entrevista ao site da revista inglesa Autosport.

Com a introdução desde o meio do ano passado da proibição da propaganda de cigarros nos países da União Européia, apenas os GPs da Austrália, Bahrein, China, Japão, Malásia e Mônaco estarão liberados para que as marcas estejam presentes.

A propaganda de cigarros está proibida em eventos esportivos no Brasil desde dezembro de 2000, mas seguiu aparecendo nas etapas brasileiras da Fórmula 1, por meio de MPs, até o ano passado.

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *