F1: Mark Webber criticado até pela Polícia local

Depois de ser cotado como favorito à vitória em casa, australiano é massacrado por todos os lados.

Criticado pelos colegas, pela equipe e até pela polícia loca. Correndo em seu país, Mark Webber teve um fim de semana para esquecer. O australiano tinha um dos carros mais velozes, mas ficou num melancólico nono lugar e foi alvo de muitas reclamações. A começar por Lewis Hamilton, atingido pelo piloto da Red Bull quase no fim.

– Foi uma manobra completamente equivocada. Ele não estava pensando direito – reclamou.

Webber pediu desculpas e alegou que perdeu pressão aerodinâmica quando se aproximou de Hamilton e Fernando Alonso, com quem o inglês brigava. Balela, ele ficou mais de uma dezena de voltas colado na caixa de câmbio do inglês e o carro se manteve estável. No fim, o australiano recebeu só uma reprimida dos comissários. Nem em observação ficou. Saiu barato.

O drama não parou por aí. Na última segunda-feira, foi a vez de autoridades locais o criticarem por uma declaração sobre o episódio de Lewis Hamilton com a polícia de Melbourne – o inglês foi multado e teve o carro aprrendido após deixar o circuito cantando pneus. Webber falou que o governo se achava “babá do povo”. Porta-voz da polícia local, o comissário assistente Ken Lay reagiu.

– Estamos decepcionados. Ele está minando nossa mensagem de segurança no trânsito ao invés de pensar na vida de seus fãs – afirmou, destacando que, no fim de semana, seis pessoas morreram acidentes na região de Melbourne.

Frustrado e com a imagem abalada, Webber já foi para a Malásia, palco do GP de domingo que vem. O único que defendeu foi quem o levou à Fórmula 1, Paul Stoddart.

– Ele é um esportista e vai voltar com toda força em breve. Mark vai vencer corridas neste ano. Eu garanto – disse o ex-dono da Minardi.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *