F1: Massa abre olho esquerdo e reluta em ceder carro a Schumi

Pela primeira vez desde que sofreu um acidente no treino classificatório para o Grande Prêmio da Hungria, Felipe Massa abriu o olho esquerdo sem a ajuda dos médicos, nesta sexta-feira. Ainda internado, o piloto da Ferrari reluta em ceder o carro ao heptacampeão Michael Schumacher a partir do Grande Prêmio da Europa, em Valência.

O brasileiro recebeu a visita do inglês Rob Smedley, seu engenheiro de pista na Ferrari, e previu que estará recuperado até a corrida na Espanha, marcada para o dia 23 de agosto. “Ele falou para o Rob que três semanas são suficientes para ficar bom”, disse Titônio Massa, pai do piloto, que acompanhou a conversa entre os dois.

O otimismo de Felipe Massa no Hospital AEK, no entanto, é rebatido por Dino Altmann, médico pessoal do piloto. Ele prefere não estipular uma data para o retorno do brasileiro, mas já avisou para não considerar a possibilidade de participar do Grande Prêmio da Europa.

Além de Smedley, que deverá trabalhar com Michael Schumacher enquanto durar o impedimento do brasileiro, o piloto de testes Luca Badoer também visitou Massa em Budapeste. Ambos se surpreenderam com o estado físico e de espírito demonstrado pelo piloto.

Titônio Massa, por sua vez, festeja a evolução do filho. “O olho não tem qualquer problema. A região toda, aliás, está bem mais desinchada. Agora, acho que entramos na fase final do tratamento aqui em Budapeste. Felipe está cada vez melhor, cada vez mais falante e não reclama de nada”, explicou.

Se tudo correr conforme o previsto, Massa pode voltar ao Brasil na próxima segunda-feira ao lado da mulher Raffaela e de Altmann. Pouco depois do desembarque, o piloto deve se submeter a uma nova avaliação em um hospital da Zona Sul de São Paulo para seguir com o tratamento. Os detalhes da viagem ainda estão sendo organizados.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *