F1: Massa busca patrocínio no Brasil para continuar na Fórmula 1

Felipe Massa trabalha nos bastidores para buscar a renovação de seu contrato com a Williams e negocia com empresas brasileiras patrocínio para fortalecer sua candidatura a uma vaga ao lado de Lance Stroll para a temporada de 2018 da Fórmula 1.

O piloto é uma das opções da equipe, que nas últimas semanas fez testes de pista com o atual reserva Paul Di Resta e o polonês Robert Kubica, que tenta retornar à categoria sete anos após um grave acidente de rali que abreviou sua carreira.

Outro candidato para a vaga é o alemão Pascal Wehrlein, que faz parte do programa de jovens da Mercedes, que fornece motores para a Williams e poderia dar facilidades financeiras ao time. O atual piloto da Sauber, no entanto, tem menos de 25 anos, idade mínima para garotos-propaganda de marcas de bebidas alcoólicas ao redor do mundo, e a patrocinadora principal da Williams é a Martini.

O entrave fez surgir no paddock a especulação de que a Williams poderia ficar com uma dupla abaixo dos 25 anos – Stroll e Wehrlein – e Massa seguiria como promotor da marca. AO UOL Esporte, contudo, o brasileiro negou que poderia seguir na equipe em algum papel que não seja o de piloto.

“Não tenho a menor ideia. Estou esperando acontecer o momento para eu decidir o que vou fazer. Se eu continuar, nada muda. Se não continuar como piloto, não acho que eu deva ter algum papel dentro da Williams. Mas, sim, poderei me programar para o meu futuro.”

A avaliação dos dirigentes da equipe está levando em consideração critérios técnicos e econômicos, uma vez que o time receberá menos dinheiro da Martini ano que vem e também perderá dois de seus patrocinadores. Neste cenário, Massa passou a se movimentar para buscar aporte financeiro para a próxima temporada, uma vez que, atualmente, não leva patrocínio para a equipe.

Uma decisão deve ser anunciada após o GP do México, que será realizado neste final de semana.

Fonte: UOL Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *