F1: Massa espera igualdade de condições na Ferrari em 2007

A aposentadoria do alemão Michael Schumacher, sete vezes campeão da Fórmula 1, que abandonou a categoria após perder o título da temporada 2006 para o espanhol Fernando Alonso, representa o fim do favorecimento a um único piloto na Ferrari. Essa é a opinião do brasileiro Felipe Massa, que terá o finlandês Kimi Raikkonen como seu companheiro na escuderia italiana em 2007.

“É lógico que o Kimi é um excelente piloto e chegará forte. Mas eu também estarei [forte]. Estou motivado e concentrado para fazer um excelente campeonato. Então, eu acho que a igualdade irá existir” afirmou, em entrevista à rádio Jovem Pan, nesta quarta-feira.

Sobre o seu grande momento no ano, a vitória no GP do Brasil, etapa que encerrou a temporada 2006 da Fórmula 1, o piloto de 25 anos disse que sua vida mudou completamente após o triunfo. Se antes era apenas uma conhecido no mundo do automobilismo, agora é também uma celebridade fora das pistas.

“Em um dia, a minha vida mudou completamente. Não só como piloto, mas também como personalidade fora das pistas. É impressionante como tudo muda após você ganhar um GP do Brasil”, declarou Massa, que se disse motivado para ganhar outras provas em seu país.

“O mais importante é manter o pé no chão e fazer com que o sonho de ganhar o GP do Brasil continue para que eu ganhe outras [provas no país] e até mesmo um campeonato”, concluiu.

Em sua primeira temporada na Ferrari, Massa encerrou um jejum de 13 anos sem vitórias brasileiras em Interlagos e terminou o Mundial de Pilotos na terceira colocação, com duas vitórias – ganhou também na Turquia – e 80 pontos conquistados.

Fonte: Folha Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *