F1: Massa estranha falta de aderência de pneus no fim do Q2

O brasileiro Felipe Massa estranhou o desempenho de sua Ferrari nos minutos finais da segunda parte do treino classificatório para o Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1, na madrugada deste sábado. O paulista foi à pista com um jogo novo de pneus macios para melhorar seu tempo, mas sentiu falta de aderência, foi mais lento do que nos giros anteriores e acabou eliminado no Q2.

Massa ficou em 11º lugar na segunda parte do treino, com a marca de 1min32s293, mas largará em décimo na corrida deste domingo. Ele ganhou um posto por uma punição ao alemão Nico Hulkenberg, que perdeu cinco posições por trocar o câmbio de sua Force India.

“Eu estava muito contente com o carro em todas as voltas que eu dei, com todos os pneus que usei. Fiz meu melhor tempo com um pneu macio usado. Parei, coloquei um pneu macio novo, deveria melhorar pelo menos três ou quatro décimos, mas não consegui. Desde a primeira curva não tinha grip”, lamentou o ferrarista.

Até encontrar problemas com os compostos da Pirelli, Massa era um dos destaques das atividades deste sábado em Suzuka. Ele foi o terceiro colocado do último treino livre e apresentava bom ritmo também na atividade classificatória.

“Não sei se tinha algum problema com esse pneu, mas é uma pena porque o carro estava muito bom com todos os jogos que eu estava usando”, avaliou o brasileiro, que ainda precisa impressionar a equipe Ferrari para ter seu contrato com renovado ao fim do ano.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *