F1: Massa releva críticas de Button após briga por posição

O brasileiro Felipe Massa não deu margem às críticas que recebeu do inglês Jenson Button após a briga por posições que protagonizou com o piloto da McLaren. O corredor da Ferrari enalteceu a disputa onde viu o adversário ganhar a posição uma vez, ser punido e perdê-la, e depois ser novamente ultrapassado, desta vez de forma legal.

Button reclamou da primeira disputa com Massa, quando alegou ter sido jogado para fora da pista em uma curva, o que o fez tomar um atalho para manter a posição – e, posteriormente, ser punido e obrigado a realizar o drive-through – passagem pelos boxes sem a pausa. Felipe, no entanto, afirmou que a disputa foi legal, e que a punição do rival foi correta.

“Foi uma ótima briga, não? Eu estava segurando a minha posição e ele não estava apto a me ultrapassar. Tentou muitas vezes e eu consegui mantê-la por muitas ocasiões. Depois, quando me passou, passou de uma forma não permitida. Ele teria ou que me devolver a posição ou ser penalizado, que foi o que aconteceu”, explicou Massa.

O piloto brasileiro foi apoiado pelo presidente da Ferrari, Stefano Domenicali, que também viu uma conduta correta do seu funcionário na disputa pela posição, relembrando uma disputa entre Fernando Alonso e Robert Kubica no ano passado, quando o espanhol foi penalizado por não devolver a posição ao polonês da Renault.

“Eu acho, para ser honesto, que a situação foi exatamente simples. Tivemos isso em Silverstone (em 2010) e acho que a abordagem dos comissários de prova foi correta, visto que Jenson cortou a chicane. As novas regras são fortes. Não é só o Código Internacional de Esporte, é das regras do desporto que você não pode ultrapassar a linha da pista. Com certeza teria um resultado diferente se Jenson devolvesse a posição a Felipe”, avaliou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *