F1: Massa ‘Sem o KERS eu teria sido mais lento’

Apesar de ter feito o segundo pior tempo do dia nos treinos da Fórmula 1 no Bahrein, Felipe Massa garante: seu desempenho poderia ter sido ainda menos satisfatório. Isso porque, segundo o brasileiro da Ferrari, o KERS (Sistema de Recuperação de Energia Cinética) ajudou seu carro a andar mais rapidamente.

“O KERS ajuda. Sem ele eu teria sido mais lento, com certeza”, afirmou o brasileiro, que se mostrou decepcionado com os treinos realizados nesta sexta-feira.

“Definitivamente não foi um bom dia. Nós trabalhamos muito pensando na corrida, mas precisamos melhorar a dirigibilidade do carro para ir para a cima dos outros amanhã (sábado) e domingo”, explicou Massa, que pede paciência para que a Ferrari tente espantar a má fase vivida nesta temporada.

“Nós precisamos ser pacientes agora e tentar fazer o melhor possível nestas condições. Na minha última saída com pneus macios errei na última curva, o que me custou três décimos de segundo, pelo menos”, admitiu o brasileiro.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *