F1: Max Mosley desafia a FOTA novamente

Presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley voltou a desafiar a Associação de Equipes da Fórmula, cuja sigla em inglês é FOTA. Para ele, as demandas das equipes são “irreais”.

Em entrevista à publicação suíça Motorsport Aktuell, o dirigente colocou em dúvida a possibilidade de a temporada 2010 da Fórmula 1 ser disputada com apenas um regulamento, garantia que fez os atuais times se inscreverem para o próximo campeonato.

“Nós fazemos as regras, estivemos fazendo isso nos últimos 60 anos e vamos continuar fazendo”, declarou o dirigente. E o que a FIA quer é um limite orçamentário de R$ 128 milhões – quem não aceitar terá uma série de dificuldades técnicas impostas pelo regulamento.Os times discordam desta proposta.

Além disso, as escuderias exigem um novo Pacto da Concórdia até 2012, mas Max debochou desta ideia. “Esse pedido foi feito tão tarde que é impossível ter um novo documento pronto até o dia 12”, comentou. Esta é a data em que a FIA promete divulgar quais serão os 13 times que vão participar do próximo Mundial.

Mosley ainda afirmou que o fato e os atuais times, exceto a Williams, terem confirmado sua inscrição em 2010 apenas no último dia do prazo foi uma manobra política. “É óbvio que eles tentaram dificultar a entrada de novas equipes”, analisou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *