F1: Max Mosley ‘pensava’ que equipes aprovariam as mudanças da FIA

Em meio a toda polêmica envolvendo a mudança na forma de pontuação da Fórmula 1, proposta pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley, o presidente da entidade, revelou que não acreditava que a decisão causaria tanta repercussão. Em entrevista ao jornal Daily Telegraph, o dirigente comentou sobre o caso.

“Bernie (Ecclestone) me falou que havia conversado com as equipes e que todo mundo estava feliz com a mudança”, afirmou Mosley. Entretanto, a história não foi tão feliz para o dirigente, já que a FOTA, a organização das escuderias, rejeitou as novas regras propostas pela FIA, para que o campeonato fosse decidido apenas pelas vitórias dos GPs e não mais pela pontuação.

“Eu pensava que todos tinham concordado. O Conselho Mundial também teve a impressão que todos aceitariam as decisões”, decretou o presidente. Apesar de tudo, os apelos da FOTA deram resultado nesta semana e a FIA recuou em sua decisão, apesar de garantir que as mudanças serão realizadas em um futuro próximo.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *