F1: McLaren afasta mais dois funcionários

A McLaren afastou mais dois funcionários, devido ao escândalo de espionagem envolvendo Mike Coughlan. Os afastados foram Martin Whitmarsh, chefe de operações de F-1 e Paddy Lowe, diretor de engenharia.

 


O jornal italiano “La Gazzzetta dello Sport”, que pertence ao grupo FIAT, controlador da Ferrari, e tem dado muito destaque ao caso, publicou nesta quinta-feira (19/07), que os dois sabiam da existência do dossiê, de mais de 700 paginas, e recomendaram a Coughlan se livrar dos documentos, o que não foi feito pelo engenheiro inglês.


O gerente da McLaren Jonathan Nelae, também foi citado no caso, mas sem confirmação oficial, segundo a publicação italiana.


A situação da McLaren se tornou delicada, com o Conselho Mundial de Esporte a Motor se reunindo no próximo dia 26, em Paris, para examinar as evidencias. A equipe está convocada a prestar esclarecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *