F1: McLaren faz a dobradinha na Malásia com Alonso e Hamilton

O espanhol Fernando Alonso, da McLaren, venceu neste domingo (08/04) o GP da Malásia, em Sepang, segunda etapa da temporada. Foi a primeira vitória do atual bi-campeão pela McLaren, que fez a dobradinha, com o inglês Lewis Hamilton em 2º. O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, fechou o pódio.

Na largada o pole-position Felipe Massa, da Ferrari, foi superado pelas duas McLaren. Hamilton se posicionou como escudeiro de Alonso, que começou a abrir vantagem. Massa começou a pressionar o inglês, tentando ganhar a posição para não deixar Alonso escapar de vez. Só que na pressão pela ultrapassagem Massa errou na 6º volta, saiu da pista, deu um passeio na grama, perdendo duas posições, para Raikkonen e Nick Heidfeld, da BMW Sauber.


Na 8º volta a Spyker já não tinha mais nenhum carro na pista, com ao abandono do holandês Christijan Albers. O alemão Adrian Sutil já havia ficado de fora logo na primeira curva da prova, depois de uma batida com o italiano Vitantonio Liuzzi, da Toro Rosso.


Com dez voltas completadas Alonso já tinha dez segundos de vantagem para Hamilton. O polonês Robert Kubica, da BMW Sauber, que vinha nas primeiras posições, teve problemas com um pneu furado, tendo que ir aos boxes antes da hora prevista, prejudicando o restante de sua prova.


Na 17º volta Massa parou para seu primeiro pit stop. Na seguinte foi a vez de Alonso e Raikkonen pararem juntos. Hamilton assumiu a ponta até a 20º volta, quando fez sua parada. Heidfeld liderou por duas voltas até fazer a sua troca de pneus. Todos mantiveram os pneus do tipo macio.


Com todas as paradas realizadas Alonso voltou tranqüilo a liderança, seguido por Raikkonen, que bem ao seu estilo frio não pressionava o inglês, por saber que era arriscado tentar algo na pista malaia e também impossível chegar no espanhol. Massa não conseguia chegar em Heidfeld, e continuava em 5º.


Hamilton foi o primeiro dos lideres a parar pela segunda vez nos boxes, na 38º volta. Duas voltas depois pararam Alonso e Massa. Os pneus agora foram trocados para duros, conforme o regulamento, que obriga os pilotos a usarem os dois tipos de compostos colocados à disposição pela Bridgestone.


A ordem dos primeiros colocados não se alterou com as paradas. Na 44º volta o alemão Nico Rosberg, da Williams, que vinha na 7º posição, abandonou.


Alonso venceu com Hamilton em 2º, conquistando seu segundo pódio em duas corridas disputadas. Raikkonen foi o 3º, Heidfeld o 4º com Massa em 5º. O italiano Giancarlo Fisichella, da Renault, fez uma boa prova, terminando em 6º, mas muito aquém de poder lutar pelo título da temporada. Seu compatriota Jarno Trulli, da Toyota, foi o 7º com o finlandês Heikki Kovalainen, da Renault, marcando seu primeiro ponto na categoria, em 8º. Rubens Barrichello, da Honda, que largou dos boxes depois de trocar o motor de seu carro, lutou, mas não passou da 11º posição na chegada.


Alonso assumiu a liderança do campeonato com 18 pontos. Raikkonen é o vice-líder com 16. Massa é o 5º colocado com 7.


A terceira etapa da temporada acontece no dia 15 de abril, em Sakhir, no Bahrein.



Final:

1 – Fernando Alonso (McLaren MP4-22-Mercedes) – 56 voltas em 1h32:14.930
2 – Lewis Hamilton (McLaren MP4-22-Mercedes) – a 17.557
3 – Kimi Raikkonen (Ferrari F2007) – a 18.339
4 – Nick Heidfeld (BMW Sauber F1.07) – a 33.777
5 – Felipe Massa (Ferrari F2007) – a 36.705
6 – Giancarlo Fisichella (Renault R27) – a 1:05.638
7 – Jarno Trulli (Toyota TF107) – a 1:10.132
8 – Heikki Kovalainen (Renault R27) – a 1:12.015
9 – Alexander Wurz (Williams FW29-Toyota) – a 1:29.924
10 – Mark Webber (Red Bull RB3-Renault) – a 1:33.556
11 – Rubens Barrichello (Honda RA107) – a 1 volta
12 – Jenson Button (Honda RA107) – a 1 volta
13 – Takuma Sato (Super Aguri SA07-Honda) – a 1 volta
14 – Scott Speed (Toro Rosso STR2-Ferrari) – a 1 volta
15 – Ralf Schumacher (Toyota TF107) – a 1 volta
16 – Anthony Davidson (Super Aguri SA07-Honda) – a 1 volta
17 – Vitantonio Liuzzi (Toro Rosso STR2-Ferrari) – a 1 volta
18 – Robert Kubica (BMW Sauber F1.07) – a 1 volta


Volta mais rápida: Lewis Hamilton em 1:36.701


Abandonos:


Nico Rosberg – (Wiliams FW29-Toyota) – 44º volta
David Coulthard – (Red Bull RB3-Renault) – 37º volta
Christijan Albers (Spyker F8-VII- Ferrari) – 8º volta
Adrian Sutil (Spyker F8-VII- Ferrari) – 1º volta



Campeonato pilotos:


1.Alonso 18 pontos;
2.Raikkonen 16;
3.Hamilton 14;
4.Heidfeld 10;
5.Fisichella – Massa 7;
7.Rosberg – Trulli 2;
9.Schumacher – Kovalainen 1.


Campeonato Construtores:


1.McLaren-Mercedes 32 pontos;
2.Ferrari 23;
3.BMW Sauber 10;
4.Renault 8;
5.Toyota 3;
6.Williams-Toyota 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *