F1: McLaren investiga críticas a Hamilton em site

A equipe McLaren iniciou uma investigação entre os seus funcionários, a fim de descobrir quem modificou as informações sobre o piloto inglês Lewis Hamilton em um site. A informação é da Autosport.

 


Na última sexta-feira, um usuário não registrado do site, que funciona como uma enciclopédia virtual, acrescentou algumas frases no perfil do inglês.


A Mercedes recebeu o número de IP (identificação eletrônica do computador na internet) da máquina utilizada para fazer as alterações e teria descoberto que as modificações foram feitas na Espanha.


Elas teriam acontecido antes do GP da China, quando Hamilton abandonou e perdeu a primeira chance de conquistar o título da temporada 2007.


Entre as fases incluídas, uma delas era “sei que ele é um tipo sujo, mas se continuar assim tenho certeza que chegará à Fórmula 1”. O responsável pela alteração atribuía ao ex-piloto Michael Schumacher a declaração.


Outra parte do perfil citava o GP do Japão, vencido por Hamilton há duas semanas. “Ele causou um acidente entre Mark Webber e Sebastien Vettel, como resultado de uma manobra bizarra, perigosa e ilegal quando seguia o safety-car. Mesmo com o vídeo do acidente, ele obviamente não foi penalizado”.


Por precaução, a Wikipédia desabilitou o recurso de inserir mudanças no artigo sobre o piloto. Segundo o site, a função está “suspensa até 20 de outubro por causa de atos de vandalismo”.


Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *