F1: Mercedes confirma ajuda a nova Honda

O novo time precisará de um novo fornecedor de motores, já que a Honda afirmou em dezembro que estava se retirando completamente da categoria, mas a Mercedes, parceira da McLaren, está disposta a fornecer os seus motores.

“Nós oferecemos o que podemos em ajuda e assistência pelo interesse do esporte como um todo e a solidariedade da Associação das Equipes de Fórmula 1 para ajudar o time da Honda a permanecer na categoria”, afirmou Martin Whitmarsh, chefe-executivo da McLaren, ao The Guardian.

O jornal acrescentou, entretanto, que a administração atual da Honda ainda teria de convencer a Mercedes de que poderiam pagar 10,33 milhões de dólares pelo fornecimento anual de motores e teriam apenas dez dias para fazê-lo.

A Mercedes também queria ter certeza de que a nova identidade da equipe e seus patrocinadores não comprometeriam sua marca, completou o jornal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *