F1: Mesmo lesionado, Rossi confirma teste e usa simulador ferrarista

A expectativa de Valentino Rossi em voltar ao volante de uma Ferrari é tanta que apesar de uma inflamação no apêndice o italiano confirmou presença nos testes marcados para 20 e 21 de janeiro em Barcelona. Além disso, já na sexta-feira treinou no simulador da equipe buscando se preparar melhor.

Em Maranello, a agenda do heptacampeão mundial de MotoGP foi bastante movimentada. Ele conversou com vários engenheiros e técnicos da Ferrari, experimentou o novo simulador do time e ainda experimentou o novo modelo de rua da marca, um 458 Italia, no circuito de Fiorano.

Na próxima semana, Rossi guiará um carro de Fórmula 1 pela primeira vez desde 2008. Em ambas as ocasiões, os testes foram organizados para presentear o astro por títulos conquistados na MotoGP. Em 2005, o piloto até chegou a estudar mudar de categoria e virar a princípio testador da Ferrari, mas agora sua intenção é outra.

Na quinta, fortes dores abdominais levaram-no a um hospital em Pesaro e colocaram em dúvida a ida do corredor à pista de Barcelona, onde guiará um modelo de 2008 da Scuderia. Ao final, foi constatada uma inflamação no apêndice, do qual ele “parece estar totalmente recuperado”, segundo o diário esportivo La Gazzetta dello Sport.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *