F1: Montezemolo repete que Ferrari sai, se regras não mudarem

Um dia após a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciar que a Ferrari está inscrita no Mundial 2010 da Fórmula 1, o presidente do time, Luca di Montezemolo, afirmou que a postura da Scuderia não mudou: só entra no próximo campeonato se as regras forem alteradas.

“Ou será como queremos ou então organizaremos nosso próprio campeonato, como acontece em outros esportes”, comentou o dirigente, que neste sábado deu a largada da tradicional disputa das 24 Horas de Le Mans. “O DNA da Ferrari é competir. Se pararmos com a Fórmula 1 , faremos outras coisas”, emendou, citando a própria prova francesa como uma possibilidade.

Ao contrário do que declarou recentemente Bernie Ecclestone, Montezemolo afirmou que não é tão complicado assim criar uma disputa independente. “Não é difícil quando se tem motores, câmbios, marcas, tecnologias, organização e capacidade de investimento. Desta forma, os problemas serão resolvidos e eu espero que em breve”, afirmou.

Apesar de Ferrari, Red Bull e Toro Rosso estarem alinhados com Brawn GP, McLaren, Renault, Toyota e BMW Sauber contra o teto orçamentário, a FIA divulgou a escalação dos três times como se estivesse tudo certo – no caso das outras cinco escuderias, a entidade anunciou que suas inscrições foram feitas com reservas e devem ser confirmadas até 19 de junho.

“Estamos juntos e queremos encontrar uma solução. Tenho certeza que, ao lado da FIA, seremos responsáveis por alcançar um entendimento. Nossas condições são claras: melhor administração, regras estáveis e equilíbrio entre o custo e a arrecadação”, declarou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *