F1: Montoya dá novo ânimo à McLaren em Mônaco

Juan Pablo Montoya deu um novo ânimo à McLaren ao andar mais rápido do que o campeão Fernando Alonso nos treinos livres, desta quinta-feira, para o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1.

O colombiano, vencedor em 2003 no circuito de rua, foi o mais rápido entre os que disputam a corrida com o tempo de 1:16.138 na sessão da tarde, depois de Alonso, da Renault, ter sido o mais rápido pela manhã.

O austríaco Alexander Wurz, piloto de testes da Williams que não vai correr no domingo, foi o mais rápido de todos com o tempo de 1:15.907.

A performance de Montoya foi um impulso para a McLaren após um susto de manhã, quando Kimi Raikkonen, vencedor em Mônaco no ano passado, abandonou.

Um fiscal jogou espuma na traseira do carro e os mecânicos levaram o McLaren de volta aos boxes enquanto Raikkonen voltava andando.

Um porta-voz da Mercedes disse que uma proteção contra fogo pegou fogo e o motor não foi prejudicado — um alívio, porque qualquer mudança acarretaria em uma perda de 10 posições no grid de largada em um circuito em que as ultrapassagens são quase impossíveis.

Alonso liderou pela manhã com o tempo de 1:16.712, enquanto seu colega de equipe Giancarlo Fisichella foi o terceiro mais rápido de manhã e o sétima à tarde.

Michael Schumacher, da Ferrari, teve um dia complicado, ficando em quarto na primeira sessão e em 15o. na segunda. Ele pode igualar o recorde de seis vitórias em Mônaco que pertence a Ayrton Senna.

Seu companheiro de equipe, Felipe Massa, ficou em 14o. pela manhã e em 10o. à tarde, enquanto Rubens Barrichello, da Honda, foi o 10o. de manhã e 13o. na segunda sessão.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *