F1: Mosley responde carta de Mercedes e BMW

O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley, rapidamente respondeu ao comunicado liberado conjuntamente pela Mercedes-Benz e pela BMW, em que condenam o escândalo em que o dirigente se vê envolvido.

“Dado o passado da Mercedes e da BMW durante a Segunda Guerra, eu entendo porque eles rapidamente quiseram afirmar seu distanciamento do que eles consideraram ser uma desgraça. Infelizmente, eles não fizeram contato comigo antes de liberar este comunicado, para me perguntar se o conteúdo das acusações é verdadeiro. Sem dúvidas a FIA os responderá, e eu também responderei ao jornal em questão”, disse Mosley.


O presidente da FIA afirmou que já está iniciando o processo que abrirá contra o News of the World, que o acusa de ter realizado uma orgia com cinco prostitutas no luxuoso bairro londrino de Chelsea, e, pior, tendo encenado um campo de concentração nazista, com direito a sessões de tortura.


Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *