F1: Mosley pede reunião extraordinária da FIA

O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley, enviou hoje um pedido formal para uma reunião extraordinária dos membros do senado da entidade, que conta com mais de 200 pessoas. A FIA divulgou o pedido através de um comunicado.

“Todos os membros da FIA serão convidados a comparecer a um encontro que discutirá o que parece ter sido uma invasão ilegal da privacidade do presidente da FIA. A FIA tomou conhecimento que o senhor Mosley está preparando ações legais contra o jornal em questão”, diz o texto.


O comunicado se refere à notícia publicada pelo News of the World, no último domingo. Com fotos e vídeos em sua versão online, o jornal mostrava Max Mosley em uma orgia com cinco prostitutas e fantasias supostamente nazistas.


“Já é sabido que o encontro se dará em Paris (sede da FIA), e ocorre na data mais próxima possível. Nenhum outro comentário sobre este assunto será feito até lá”, acrescenta o texto divulgado pela FIA.


Como o senado da entidade conta com mais de 200 membros, é pouco provável que a reunião aconteça em um prazo inferior a 15 dias. Não se sabe se o encontro terá também caráter de definição sobre a posição de Mosley dentro da entidade. Há pressão para que ele saia.


Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *