F1: “Não há amigos na Fórmula 1”, atesta novato espanhol

Substituto do francês Sebastien Bourdais na Toro Rosso desde o Grande Prêmio da Hungria, o espanhol Jaime Alguersuari ficou impressionado com o clima na Fórmula 1, principalmente com o relacionamento entre os membros da principal categoria do automobilismo.

“O que mais me surpreendeu é que não há amigos. Você vive com a sensação permanente de que o novato sobra e incomoda. Os pilotos que não estão na Fórmula 1 querem uma oportunidade e os que estão dentro não querem ver você à frente deles por nada do mundo”, disse Alguersuari.

Por outro lado, ele garante que recebeu incentivo do compatriota Fernando Alonso, que disputou o último campeonato na Renault. “Desde o primeiro dia, ele foi meu melhor apoio. Acho que é o melhor da geração atual da Fórmula 1. Meu objetivo é vencê-lo um dia em igualdade de condições”, afirmou o jovem.

Ao estrear na Hungria, Alguersuari se tornou o mais jovem a participar da Fórmula 1. No final da temporada, ele reconhece que tomou uma decisão perigosa. “O risco de fracassar era muito grande. Eu não escolhi o momento de estrear e nem quis bater o recorde de precocidade. O risco de queimar minha carreira era muito grande”, disse.

Logo em sua sexta prova, no Circuito de Suzuka, Alguersuari viveu o momento mais tenso de sua curta trajetória na Fórmula 1 ao bater forte. “Agradeci à equipe pelo carro fantástico que salvou a minha vida”, afirmou o piloto, que espera um 2010 “cheio de surpresas” pela nova regulamentação técnica.

Das oito provas que participou, o espanhol completou apenas três. Seu melhor resultado foi o 14ª lugar no Grande Prêmio do Brasil. Depois estrear na principal categoria do automobilismo sem experiência alguma, o espanhol encerra o ano fortalecido.

“Acho que fiz um trabalho excelente e, sinceramente, fiquei surpreso comigo mesmo. Não imaginava estrear sem ter andado nem mesmo um quilômetro. A equipe espera mais de você do que te falaram. É preciso superar a expectativa dos que confiaram em você e destruir as dúvidas dos que desejam que você não continue”, afirmou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *