F1: Nelsinho conquista melhor posição de largada

Piloto garante o sétimo lugar no treino classificatório e é o melhor brasileiro no grid do GP da Inglaterra.

Nelsinho Piquet larga amanhã em sétimo lugar no Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1, que será disputado, a partir das 9 horas, em Silverstone. O resultado, elogiado pela equipe ING Renault, confirma a boa fase do piloto, que na última prova, em Magny-Cours, na França, conquistou os primeiros pontos na categoria. Além de garantir hoje sua melhor posição de largada na F1, Nelsinho será o melhor brasileiro no grid da corrida britânica. O objetivo, mais uma vez, é pontuar.
“Estou muito feliz com o treino classificatório de hoje. O carro estava bom e fomos melhorando volta a volta. Briguei um pouco com o Heidfeld no final do Q3, mas tudo correu bem e minhas condições para a corrida de amanhã parecem promissoras. Não vejo a hora de disputar a prova e esperamos ter um bom desempenho, principalmente porque estamos correndo em casa e seria excelente para a equipe”, destaca Nelsinho.


O desempenho dos carros da ING Renault agradou o diretor-executivo de engenharia da equipe, Pat Symonds. “Foi uma classificação emocionante, com um olho no que os carros estavam fazendo e outro no tempo. Na média, foi uma sessão muito satisfatória, com nossos dois carros solidamente posicionados entre os 10 primeiros e bons níveis de combustível. A prova amanhã será empolgante, principalmente por causa da imprevisibilidade do tempo, mas nos colocamos na melhor posição para explorar o que quer que venha a acontecer”, observa.


O engenheiro-chefe de motores da ING Renault, Denis Chevrier, elogiou a performance de Nelsinho. “Para nós, era essencial assegurar boas posições no grid, especialmente porque podemos esperar mudanças no tempo amanhã e, conseqüentemente, uma corrida movimentada. Chegamos ao Q3 com os dois carros sem nenhum problema, o que é gratificante, principalmente para o Nelson, que mostrou que é capaz de lidar com as exigências de um treino de classificação competitivo. Acho que podemos ter boas esperanças para amanhã, e se tudo der certo estaremos em posição de realizá-las”, avalia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *