F1: Nelsinho culpa os freios por abandono em Melbourne

Terceiro piloto a abandonar a disputa do GP da Austrália de Fórmula 1, Nelsinho Piquet culpou os freios pela rodada que lhe jogou para a caixa de brita na 24ª volta, quando ele tentava ultrapassar o alemão Nico Rosberg, da Williams.

“Quando o safety car entrou na pista (por conta da batida de Kazuki Nakajima), eu já comecei a ter problemas com os freios. Tive uma boa relargada e ultrapassei Rosberg, mas quando toquei nos freios, eles não funcionaram. Rodei e tive sorte de parar na brita, sem me machucar ou danificar o carro”, afirmou o brasileiro.

A Renault confirmou a versão, apesar de ainda não ter certeza de que o sistema de freios realmente falhou. “É uma vergonha, pois estávamos em uma posição razoável”, lamentou Pat Symonds, diretor de engenharia do time francês.

Nelsinho acredita que poderia até ter pontuado neste domingo. “Estava feliz, pois tive sorte no começo da corrida e ganhei posições. O carro estava bom e eu estava consistente. Ele ainda não é competitivo como queremos, mas ainda assim pudemos andar entre os oito primeiros. O circuito da Malásia é melhor para a gente e tenho certeza de que podemos conseguir uma boa posição lá”, comentou.

Fonte Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *