F1: Nelsinho diz que denúncia de escândalo foi motivada por raiva contra Briatore

A entrevista foi divulgada um dia depois que os Piquet ganharam na Justiça a ação de difamação contra a Renault, que pagará indenização a Nelsinho e seu pai por divulgar que os dois teriam mentido ao revelar o escândalo à FIA.

O piloto brasileiro revelou que, antes do treino de classificação, levou uma dura bronca de Briatore. Nelsinho estava relutando em assinar um contrato que beneficiava a equipe, e o dirigente italiano ficou furioso: “Quem diabos você pensa que está fazendo? Você não fez nada nesse ano. Ninguém quer você”.

Nelsinho ligou chorando para o seu pai, e no dia seguinte aceitou a proposta de Briatore e Symonds para tentar amenizar o clima dentro da equipe. O piloto lembrou que os dois disseram que “seria um desastre para a equipe se algo extraordinário não acontecer”. Esse “algo extraordinário” era a entrada do safety car para favorecer Alonso, já que os dois pilotos tinham ido mal na classificação.

“Eu estava tentando estabilizar a minha reputação na Fórmula 1 e ele sempre dizia que o meu destino estava nas minhas mãos Fiz de tudo para agradá-lo, mas parecia que ele sempre só me criticava”, disse Nelsinho segundo o Times.

O piloto descreveu como foi a batida: “Estava muito assustado, mal conseguia respirar. Gritava no rádio várias vezes, perguntado ‘em que volta estamos, em que volta estamos?’. Eles confirmaram qual era a volta e eu sabia o que tinha de fazer, embora não pudesse acreditar. Cheguei na curva 14 e pude sentir um aperto no estômago”.

“Estava incrivelmente assustado, foi como um sonho. Toquei a roda traseira no muro e então pisei no acelerador para bater na outra barreira. Não senti dor no impacto, mas a adrenalina estava pulsando. Me sentia no controle do carro durante a batida”, revelou.

“Olhando para trás, parece que foi em outra vida, mas eu sei que eu nunca vou escapar totalmente dessa sombra. Sou um homem mais forte hoje, e tenho certeza de que eu teria força para dizer não”, completou.

Fonte: Do UOL Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *