F1: Nelsinho Piquet conclui pré-temporada em Barcelona

Em último dia de testes antes do início do campeonato, piloto faz sexto melhor tempo e termina pela primeira vez à frente do companheiro Fernando Alonso.

Nelsinho Piquet participou hoje do último dia de testes da Fórmula 1 antes do início do campeonato, marcado para 16 de março, em Melbourne, na Austrália. O piloto aproveitou o dia quente e ensolarado para completar, sem interrupções, o programa previsto pela ING Renault. O brasileiro deu 128 voltas no circuito espanhol e terminou o dia na sexta posição, uma a frente do companheiro de equipe Fernando Alonso.

Na parte da manhã, Nelsinho trabalhou no set-up do carro. À tarde, o piloto realizou tomadas longas, dando aos mecânicos oportunidade de praticar pit-stops. O dia foi considerado produtivo pela ING Renault, principalmente pela boa quantidade de dados adquiridos.

Agora, as atenções do piloto se voltam para Melbourne. No final da próxima semana, Nelsinho viaja à Austrália para completar treinos de preparação física e aclimatar-se à diferença de fuso horário. Até lá, a ING Renault volta às fábricas em Enstone, na Inglaterra, e Viry Châtillon, na França, onde trabalhará no desenvolvimento do R28.

“Os testes da pré-temporada foram muito importantes, já que conseguimos diversas informações que nos ajudarão no desenvolvimento do R28. Também foi excelente pilotar todos esses dias, ganhei muita experiência com o novo carro e isso é muito importante”, avalia Nelsinho Piquet. “Agora, o foco passa a ser a estréia do campeonato e vamos continuar trabalhando para estarmos o mais competitivos possível”, completa.

“Tivemos um programa grande para executar nos três dias, e fomos bastante ambiciosos em nossas pretensões. Conseguimos completar tudo que queríamos e fizemos todo nosso dever de casa em tempo para Melbourne”, afirma o engenheiro-chefe de testes da ING Renault, Christian Silk. “De agora até a primeira da corrida, nós precisamos ajustar os carros o máximo possível e pegar todas as novas partes que analisamos durante os testes para colocá-las na especificação de corrida. Agora, vamos voltar às fábricas e analisar os dados que adquirimos nos testes das últimas semanas e utilizá-los para a estréia”, acrescenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *