F1: Nelsinho Piquet fecha em 10º a sexta-feira de tensão na Inglaterra

Conflitos entre a associação das equipes e a FIA roubaram a cena no final de semana. Na pista, brasileiro acredita que carro ainda pode melhorar para a classificação.

As duas sessões de treinos livres para o GP da Inglaterra de Fórmula 1, realizadas nesta sexta-feira (19) em Silverstone, acabaram por ficar em segundo plano diante dos conflitos entre a FOTA (associação dos times da categoria) e a FIA (Federação Internacional do Automóvel). Na noite de quinta-feira, o grupo das montadoras divulgou um comunicado informando que, a partir de 2010, terá seu campeonato próprio fora da Fórmula 1 – como retaliação à proposta da FIA de limitar o orçamento dos times a partir do ano que vem. Alheio às questões políticas que envolvem a categoria, o brasileiro Nelsinho Piquet começou na manhã de hoje os trabalhos para a oitava etapa da temporada. Com o 10º melhor tempo do dia, o piloto da ING Renault não se mostrou totalmente satisfeito com o desempenho do R29. “O carro estava relativamente bom, mas comparando com o Fernando (Alonso) foi um resultado aquém do que eu esperava”, comentou Nelsinho, que registrou 1m20s608 na sua melhor volta. O espanhol Fernando Alonso, com 1min20s237, ficou em sétimo lugar. O mais rápido do dia foi o alemão Sebastian Vettel com 1m19s456.

 

“Foi um dia cheio e conseguimos algumas evoluções no acerto, além de testar as novidades que a equipe trouxe lançou aqui”, avaliou Nelsinho. Nas duas sessões desta sexta-feira, Nelsinho utilizou dois jogos de pneus duros e outros dois de pneus macios – estes colocados apenas nas duas últimas saídas de box, à tarde, quando o piloto conseguiu seu melhor tempo. As avaliações do brasileiro se concentraram nas barras de rolagem, na suspensão traseira e na nova asa dianteira. “A gente ainda tem que estudar em detalhes o que vimos na pista hoje porque precisamos tirar mais perfomance do carro, já que a classificação deve ser muito apertada de novo”, prevê o piloto brasileiro.

 

Para o diretor-executivo do departamento de engenharia da ING Renault, Pat Symonds, a classificação será muito equilibrada e decisiva no final de semana. “Fiquei satisfeito com o desempenho do carro hoje. Como era esperado, o R29 reagiu bem às curvas e trechos de alta velocidade. Mas como a classificação deve ser bastante apertada, precisamos extrair um pouco mais do carro para brigarmos por posições no Q3”, comentou.

 

FOTA x FIA – Em entrevista para a imprensa brasileira presente no autódromo de Silverstone, Nelsinho Piquet comentou a decisão das equipes de criar um campeonato paralelo ao da Fórmula 1 no ano que vem.  “As montadoras estão investindo bastante e têm o direito de criar uma categoria própria, onde corram por seus interesses, sem a interferência de uma só pessoa nos resultados que eles buscam”, avaliou. “Se realmente for desse jeito, acho que a FOTA está com muito mais poder. Vai ser uma briga de cachorro grande, mas a Fórmula 1 vai passar a não significar muita coisa sem as melhores equipes. Os pilotos vão querer correr onde for mais disputado, onde continuar sendo realmente a Fórmula 1. Não necessariamente no nome, mas no sentido de representar o nível mais alto do automobilismo”, concluiu.

 

Enquanto as especulações e discussões devem continuar nos bastidores de Silverstone, os pilotos entram na pista novamente neste sábado para o terceiro treino livre da categoria e, sem seguida, para o treino classificatório. Confira a programação do final de semana (horários de Brasília):

 

Sábado – 20/6

Treino livre 3 – 6h às 7h

Treino classificatório – 9h

 

Domingo – 21/6

Corrida – 60 voltas – 9h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *