F1: Nelsinho Piquet será piloto de testes da equipe Renault na Fórmula 1 em 2007

Após dezesseis anos, o sobrenome Piquet volta à Fórmula 1. A equipe Renault anunciou nesta quarta-feira (dia 6) a contratação do brasileiro Nelsinho Piquet como seu piloto de testes para a temporada 2007 da principal categoria do automobilismo mundial. Aos 21 anos, Nelsinho disputa atualmente a Fórmula GP2 e está na briga pelo título.

 


O brasileiro e o compatriota Ricardo Zonta exercerão a função de piloto de testes, substituindo o finlandês Heikki Kovalainen, que passa a ocupar a vaga de Fernando Alonso, que já acertou sua transferência para a McLaren. O italiano Giancarlo Fisichella permanecerá como titular do time em 2007.


A conquista deste grande sonho chega para coroar um dos melhores momentos da carreira de Nelsinho, trilhada com muito profissionalismo, desde os tempos do kart, quando iniciou sua trajetória no esporte, há 13 anos. Com maturidade, agressividade e uma pilotagem precisa e veloz, ele sempre impressionou nas categorias por onde passou. As recentes apresentações na GP2, considerada a categoria “vitrine” para a Fórmula 1, renderam o interesse de muitas equipes para a temporada do ano que vem.


A GP2 também deu ao brasileiro a chance de andar com os motores Renault, além dos pneus Bridgestone – a companhia japonesa passa a ser a única fornecedora a partir de 2007 na Fórmula 1.


“Estou muito feliz por ter assinado como piloto de testes da Renault F1. Trabalhei minha vida toda para atingir essa meta e sinto que este é o início de um novo capítulo na minha carreira”, comentou Nelsinho, filho do tricampeão de Fórmula 1, Nelson Piquet, que deixou a categoria em 1991.


“Estou ansioso para trabalhar ao lado da equipe e dos demais pilotos. Conheço o Heikki da GP2, o Zonta é um amigo e o Giancarlo é muito experiente. Então, poderei aprender bastante com ele”, continuou o brasileiro.


“Vou trabalhar muito, aprender tudo o que puder, buscando fazer um bom trabalho para a Renault. Quero ajudar a equipe ao máximo”, finalizou.


A equipe Renault F1 Team foi fundada em 2002 com uma única proposta: vencer o Mundial de Fórmula 1 com um carro 100% Renault. Com sua herança de inovação no automobilismo, que remete à primeira corrida da Renault na Fórmula 1, em 1977, e que inclui seis Mundiais de Construtores nos anos 90, quando a Renault fornecia seus motores V10 para equipes de ponta da categoria, a escuderia tem mostrado uma grande competitividade desde 2002, graças a sua performance, confiabilidade e reforço tecnológico dos experientes engenheiros do grupo Renault.


A campanha de 2005, encabeçada por Fernando Alonso e Giancarlo Fisichella, representou o ponto alto das conquistas do time até então: Alonso tornou-se o piloto mais jovem a ganhar um mundial na história da F-1, enquanto o time venceu o Mundial de Construtores na última corrida do ano.


Dirigida pelo presidente Alain Dassas e, pelo chefe de equipe, Flavio Briatore, a escuderia atualmente lidera o Campeonato de Pilotos e Construtores, buscando repetir o mesmo sucesso.


Nelsinho Piquet iniciou sua carreira no kart em 1993, onde se consagrou tricampeão brasileiro. Em 2002, foi campeão da Fórmula 3 Sul-americana e, em 2004, sagrou-se campeão inglês da categoria, tornando-se nos dois casos o piloto mais jovem a conquistar o título. O brasileiro ingressou na Fórmula GP2 em 2005 e está em sua segunda temporada. Durante estes anos, Nelsinho sempre esteve correndo por uma equipe própria, a Piquet Sports, que encarou o desafio de formar o piloto para o automobilismo internacional.


Guiar um carro de Fórmula 1, no entanto, não será novidade para o brasileiro. Nelsinho já realizou testes com a BMW Williams (em 2003 e 2004) e a Lucky Strike BAR Honda (em 2005). O primeiro teste com a Renault F1 Team acontecerá durante a pré-temporada 2006/2007.


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *