F1: Nico Rosberg vence GP da Austrália

O alemão Nico Rosberg (Mercedes) venceu neste domingo (20/03), o GP da Austrália, em Melbourne, etapa de abertura da temporada. Foi a quarta vitória consecutiva de Rosberg, e 15ª na categoria. Campeão das duas últimas temporadas, o britânico Lewis Hamilton completou a dobradinha da Mercedes. O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) fechou o pódio.

Click em Slide para mais fotos

Um problema na Red Bull do russo Daniil Kvyat atrasou a largada da prova (o carro foi levado para os boxes, e o piloto não largou). Com as luzes apagadas, Vettel, saindo da terceira posição, assumiu a ponta, seguido pelo parceiro de equipe, o finlandês Kimi Raikkonen.  Rosberg caiu da segunda para a terceira posição, com o holandês Max Verstappen (Toro Rosso) em quarto, seguido pelo brasileiro Felipe Massa Williams. Hamilton, da pole caiu para a sexta posição.

Com os pilotos fazendo a primeira parada nos boxes logo no começo, Raikkonen assumiu a liderança entre as voltas 13 e 16. Com a parada do finlandês, Vettel retomou a ponta.

Na 17ª volta, o espanhol Fernando Alonso (McLaren) protagonizou um espetacular acidente. Na tentativa de superar o mexicano Esteban Gutierrez (Haas), o bicampeão mundial tocou a sua roda dianteira direita na roda traseira esquerda de Gutierrez. Em alta velocidade, o carro decolou, atravessou a área de escape, indo bater com violência no muro de segurança. O McLaren, destruído, parou de cabeça para baixo. Alonso conseguiu sair sozinho do carro, sendo amparado por um assustado Gutierrez. Apesar da gravidade do acidente, nenhum dos dois pilotos se feriu.

Com muitos pedaços de carros espalhados, a Direção de Prova acionou a bandeira vermelha. De paralisação.  Os pilotos levaram os carros para os boxes, com a maioria saindo dos cockpits.

Com a relargada na 20ª volta, Vettel manteve a ponta, seguido por Rosberg e Raikkonen. Três voltas depois, Raikkonen, com problemas, levou o carro para os boxes. Onde um mecânico teve que usar um extintor de incêndio para apagar um princípio de incêndio no carro.

Na 35ª volta, Vettel , com os pneus supermacios desde a largada, foi para os boxes, colocar os macios.  Mas a Ferrari se atrapalhou na troca do pneu dianteiro esquerdo. Com o tetracampeão mundial retornando a pista atrás de Rosberg. Seis voltas depois, com a parada nos pits do australiano Daniel Ricciardo (Red Bull), Hamilton assumiu a segunda posição.

Rosberg levou a Mercedes com tranquilidade até a bandeirada final. Hamilton e Vettel, que ainda pressionou o britânico nas voltas finais, completaram o pódio.

Ricciardo terminou em quarto, seguido por Massa. O francês Romain Grosjean (Haas) foi a grande surpresa da prova. Levando o carro da estreante equipe norte-americana ao sexto lugar.

O alemão Nico Hulkenberg (Force India)  foi o sétimo,  seguido pelo finlandês Valtteri Bottas (Williams). A dupla da Toro Rosso, o espanhol Carlos Sainz Jr. e Verstappen, fecharam a zona de pontos.

O brasileiro Felipe Nasr (Sauber) terminou na 15ª posição.

Rosberg lidera o campeonato com 25 pontos, seguido por Hamilton com 18.

A próxima etapa acontece no Bahrein, no dia 4 de abril.

Final:

1. Nico Rosberg   ALE Mercedes-Mercedes 57 voltas em 1h48m15s565
2. Lewis Hamilton GBR Mercedes-Mercedes    +8.0s
3. Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari    +9.6s
4. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-TAG Heuer +24.3s
5. Felipe Massa  BRA Williams-Mercedes +58.9s
6. Romain Grosjean FRA Haas-Ferrari +72.0s
7. Nico Hulkenberg ALE Force India-Mercedes +74.1s
8. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes +75.1s
9. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Ferrari +75.6s
10. Max Verstappen HOL Toro Rosso-Ferrari +76.8s
11. Jolyon Palmer GBR Renault-Renault +83.3s
12. Kevin Magnussen DIN Renault-Renault    +85.6s
13. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes +91.6s
14. Jenson Button GBR McLaren-Honda +1 volta
15. Felipe Nasr  BRA Sauber-Ferrari +1 volta
16. Pascal Wehrlein ALE MRT-Mercedes +1 volta

Abandonos

Marcus Ericsson   SUE Sauber-Ferrari 38 voltas
Kimi Raikkonen   FIN Ferrari-Ferrari 21 voltas
Rio Haryanto INA MRT-Mercedes 17 voltas
Esteban Gutierrez MEX Haas-Ferrari 16 voltas
Fernando Alonso   ESP McLaren-Honda 16 voltas
Daniil Kvyat RUS Red Bull-TAG Heuer 0 voltas

Volta mais rápida:

Daniel Ricciardo AUS Red Bull-TAG Heuer    1m28s997 na volta 49

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *