F1: No Canadá Alonso vence mais uma

O espanhol Fernando Alonso, da Renault, venceu neste domingo (25/06) o GP do Canadá, disputado no circuito Gilles Villeneuve. Foi a sexta vitória, e 4º consecutiva, do atual campeão da F-1 na temporada. O alemão Michael Schumacher, da Ferrari, foi o 2º, com o finlandês Kimi Raikkonen, da McLaren, fechando o pódio.


 


Alonso, que largou na pole-position, dominou toda a prova, perdendo a liderança apenas nas duas paradas nos boxes. Kimi Raikkonen andou muito perto do espanhol, não deixando Alonso abrir mais do que um segundo de vantagem, até a primeira parada nos boxes. A McLaren se enrolou na troca da roda traseira esquerda do carro de Raikkonen, o que o fez ficar muito tempo parado.


 


Na segunda parada, quando Alonso já tinha uma boa vantagem, o motor Mercedes de Raikkonen morreu o que o fez perder novamente segundos preciosos. Ele retornou há pista um pouco a frente de Michael Schumacher. E na última volta o finlandês escorregou na sujeira da pista, perdendo o 2º lugar para o heptacampeão.


 


O Safety-Car entrou na pista duas vezes. A primeira logo na 2º volta. O colombiano Juan Pablo Montoya, da McLaren, e o alemão Nico Rosberg, da Williams, disputaram a posição, e acabou sobrando para o jovem piloto. Montoya acertou a Williams, que foi pro muro, fazendo Rosberg abandonar uma corrida que tinha tudo para terminar num bom resultado, o que a sua equipe muito precisa. Montoya teve o bico do carro avariado, foi aos boxes, trocou a peça, mas na 13º volta, abandonou.


 


A segunda entrada do Safety-Car aconteceu na 59º volta, quando Jacques Villeneuve, da BMW Sauber, acertou o muro, depois de ser atrapalhado por Ralf Schumacher, da Toyota, destruindo o seu carro. O canadense, que esperava um bom desempenho em casa, saiu decepcionado do carro. Ralf tambem abandonou a prova.


 


As duas MF1, que andam sempre no final do pelotão, bateram entre si, na 2º volta. Christijan Albers ficou por lá mesmo, e Tiago Monteiro trocou o bico do carro e continuou, lá atrás, na prova.


 


Rubens Barrichello abandonou na 11º volta. A Honda pediu para ele recolher o carro, pois o motor estava falhando e iria quebrar. Felipe Massa, da Ferrari, parou apenas uma vez nos boxes e terminou em 5º.


 


O escocês David Coulthard, da Red Bull, que largou em último por trocar o motor Ferrari, fez uma grande prova, conquistando o 8º lugar na última volta, ao passar o inglês Jenson Button, da Honda.


 


Giancarlo Fisichella, da Renault, levou um Drive-Through por queimar a largada, e chegou em 4º. O italiano Jarno Trulli, da Toyota, marcou os seus primeiros pontos na temporada, ao chegar em 6º. O alemão Nick Heidfeld, da BMW Sauber, foi o 7º.


 


Alonso tem agora 84 pontos, contra 59 de Michael Schumacher.


 


Final:


1) Fernando Alonso (ESP/Renault/M), 70 voltas m 1h34min37s308
2) Michael Schumacher (ALE/Ferrari/B), a 2s111
3) Kimi Raikkonen (FIN/McLaren-Mercedes/M), a 8s813
4) Giancarlo Fisichella (ITA/Renault/M), a 15s679
5) Felipe Massa (BRA/Ferrari/B), a 25s172
6) Jarno Trulli (ITA/Toyota/B), a 1 volta
7) Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber/M), a 1 volta
8) David Coulthard (ESC/Red Bull-Ferrari/M), a 1 volta
9) Jenson Button (ING/Honda/M), a 1 volta
10) Scott Speed (EUA/Toro Rosso-Cosworth/M), a 1 volta
11) Christian Klien (AUT/Red Bull-Ferrari/M), a 1 volta
12) Mark Webber (AUS/Williams-Cosworth/B), a 1 volta
13) Vitantonio Liuzzi (ITA/Toro Rosso-Cosworth/M), a 2 voltas
14) Tiago Monteiro (POR/MF1-Toyota/B), a 4 voltas
15) Takuma Sato (JAP/Super Aguri-Honda/B), a 6 voltas


NÃO COMPLETARAM/N° DE VOLTAS


Jacques Villeneuve (CAN/BMW Sauber/M), 58
Ralf Schumacher (ALE/Toyota/B), 58
Juan Pablo Montoya (COL/McLaren-Mercedes/M), 13
Rubens Barrichello (BRA/Honda/M), 11
Franck Montagny (FRA/Super Aguri-Honda/B), 2
Nico Rosberg (ALE/Williams-Cosworth/B), 1
Christijan Albers (HOL/MF1-Toyota/B), 0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *