F1: Organização do GP da Coreia do Sul revela prejuízo de R$ 70 milhões

Os organizadores do GP da Coreia do Sul anunciaram nesta quarta-feira o prejuízo de 35 milhões de dólares (aproximadamente R$ 70,2 milhões) na realização da edição desta temporada da prova, disputada no dia 14 de outubro.

Presente na Fórmula 1 há três temporadas, a prova de Yeongam já havia ficado no vermelho em suas duas primeiras edições. Em 2010, os organizadores registraram perda de 50 milhões de dólares (cerca de R$ 100 milhões), enquanto em 2011 o prejuízo foi de 36,4 milhões (R$ 73 milhões).

“É difícil dizer qual o impacto desta perda no ano que vem. Apesar de haver muitas preocupações sobre a perda operacional, o déficit no terceiro ano consecutivo é apenas um efeito de curto prazo”, avalia um dos promotores da prova em entrevista à agência Reuters.

Apesar dos gastos em excesso, os organizadores da prova sul-coreana acreditam em sucesso da prova em um futuro próximo. “A longo prazo, a corrida irá trazer benefícios ao país. Além de abrir caminho para as montadoras da Coréia do Sul, ajudará também no surgimento de novas indústrias”, conclui.

O GP da Coreia do Sul tem contrato com a Fórmula 1 até 2016, e está programada para acontecer no dia 6 de outubro na próxima temporada. Em 2011, os organizadores da prova tentaram renegociar as verbas para sediar a prova com a FOM, em vão.

Fonte: Lance!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *