F1: Pai de Bianchi revela esperança com filho ainda em coma

Quase seis meses após o grave acidente que sofreu no Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1, o piloto Jules Bianchi ainda está em coma. Mas seu pai mantém a esperança de vê-lo recuperado, acompanhando diariamente o processo de reabilitação em um hospital francês.

Bianchi está em coma desde 5 de outubro de 2014, quando escapou da pista durante o GP do Japão e se chocou com o guindaste que retirava o carro de Adrian Sutil, acidentado na volta anterior. O francês permaneceu em coma induzido no Hospital de Mie antes de ser transferido para seu país natal, em meados de novembro.

“A única coisa que podemos dizer é que ele está lutando com força, como sempre fez antes e depois do acidente. Todo dia, ele enfrenta uma maratona. Do ponto de vista médico, sua condição é estável. Todos os seus órgãos funcionam sem assistência, mas ele permanece inconsciente, em coma”, afirmou Philippe Bianchi ao jornal Nice-Matin.

Apesar de o piloto permanecer em coma, seu pai acredita em uma evolução de sua condição. Segundo ele, os prognósticos dados pelos médicos franceses atualmente já são bem mais animadores do que os feitos logo após o acidente no Japão, o que indica uma possibilidade de melhora.

“Neurologicamente, os médicos dizem que não intervenção a fazer. O mais importante é estimulá-lo, que ele sinta presença constante a seu lado. Por isso fazemos turnos diários. De tempos em tempos, a seu lado na cama, vemos coisas acontecendo. Às vezes ele é mais ativo, se mexe mais, sua mão treme. Mas é difícil saber se são reações de reflexo, ou não”, explicou.

Além de seu pai, Jules Bianchi é acompanhado de perto por sua mãe, irmã e irmão. A namorada Gina, uma alemã, mudou-se para a França e também fica ao lado do piloto da Marussia durante a recuperação.

“Essas pessoas que pensam nele e rezam por ele são uma motivação fabulosa. Tenho certeza que Jules ouve. Quero agradecer a todos e avisar que vamos dar notícias, sejam elas boas ou ruins”, garantiu. 

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *