F1: Para manter Heidfeld, BMW cobra evolução nos qualificatórios

A cobrança que antes ficava apenas nos bastidores da BMW aumentou, e Nick Heidfeld agora é pressionado publicamente pela escuderia. Diretor esportivo da montadora alemã, Mario Theissen afirma que o piloto precisa provar que realmente superou os problemas do início do ano se quiser continuar ao lado de Robert Kubica para a temporada 2009 da Fórmula 1.

Depois de ser o melhor representante da BMW no Mundial do ano passado, Heidfeld enfrentou problemas constantes para se adaptar ao novo carro da equipe, especialmente no que diz respeito às voltas lançadas. Desse modo, ele chegou a terminar provas até mesmo fora do grupo dos dez primeiros antes de reagir, subindo ao pódio na Inglaterra. Entretanto, as dificuldades voltaram a aparecer e o piloto ficou fora da zona dos pontos nas duas últimas etapas realizadas, o que coloca um ponto de interrogação na cabeça de Theissen.


Como as especulações atualmente dão conta de que a escuderia alemã só espera definir o segundo piloto de 2009 para anunciar a renovação do contrato de Robert Kubica, a situação de Heifeld ainda é duvidosa, uma vez que o próprio Theissen admite não estar convencido se o representante alemão subiu mesmo de rendimento.


“O que vimos em Valência foi novamente um desempenho “misto”.Ele estava sofrendo em duas áreas específicas do traçado, mas espero que ele tenha a confiança necessária para voltar a ser forte nas corridas. Acho que ele estará de volta ao jogo”, afirmou o mandatário em entrevista à publicação britânica Autosport.


Apesar de ter tecido elogios ao pupilo, na seqüência Theissen admitiu que as dificuldades do piloto nos qualifyings podem atrapalhar a permanência dele na BMW. “É um fator-chave, porque se você olhar o que dá para fazer quando se larga em décimo, é uma coisa limitada. O que posso dizer é que na Fórmula 1 a estabilidade é muito importante, isso se refere desde aos pilotos até os engenheiros”.


Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *