F1: Para site, Slim negocia, mas não tem acordo para compra da Honda

As negociações entre Honda e Carlos Slim “estão progredindo bem”, mas ainda estão longe de terem chegado a um veredicto. Esse é o parecer que o site da publicação especializada em automobilismo Autosport, de Londres, dá sobre a informação de que o empresário mexicano terá uma equipe na Fórmula 1 em 2009.

Neste sábado, o diário italiano La Stampa assegurou que Slim já tinha fechado a compra da escuderia da Honda, que anunciou sua saída da categoria devido a problemas financeiros, faltando apenas o acerto de detalhes para que a notícia se tornasse oficial. Entretanto, o Autosport nega que já haja um acordo entre as partes, sendo que Nick Fry e Ross Brawn não devem divulgar novidades até o início de 2009.

Tentando destrinchar o caso neste domingo através de sua página na internet, a revista britânica confirma que o mexicano está mesmo na lista de possíveis compradores do time japonês, porém é apenas um entre cinco nomes – os outros seriam Vijay Mallya, dono da Force India, David Richards, chefe da escuderia de rali Prodrive, Achilleas Kallakis, magnata grego, e uma empresa suíça cujo nome não foi identificado.

Entretanto, a publicação descarta a possibilidade levantada pela Stampa, garantindo que Slim ainda não efetuou a compra. Nesse contexto, a informação não é boa para Bruno Senna, que de acordo com o jornal italiano estaria garantido na Fórmula 1 ao lado de Jenson Button: o piloto brasileiro é patrocinado pela Embratel, empresa que faz parte do grupo do empresário, da Telmex.

Segundo homem mais rico do mundo, o mexicano tem patrimônio estimado em 45 bilhões de euros (cerca de R$ 150 bi) e está ganhando a corrida para comprar a Honda. Com interesse declarado na área do automobilismo, o empresário já patrocina a Chip Ganassi na IndyCar Series.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *