F1: Para Vettel a disputa pelo título ainda não acabou

O campeonato da Fórmula 1 pode acabar neste fim de semana, no Grande Prêmio do México. Lewis Hamilton tem 66 pontos de vantagem para o vice-líder Sebastian Vettel e precisa de apenas um quinto lugar para se sagrar tetracampeão mundial. Apesar do cenário desfavorável, o alemão ainda não desistiu do título.

“É só olhar os resultados, este ano estávamos lutando pela ponta. Coisas aconteceram, principalmente nas últimas corridas, mas isso faz parte. Ainda estamos crescendo. Tínhamos no começo do ano o objetivo de seguir crescendo, e é isso que estamos fazendo. Ainda não acabou. O campeonato não está tanto em nossas mãos quanto gostaríamos, mas queremos ganhar as três últimas corridas”, comentou.

Vettel fez questão de exaltar também o desempenho da Ferrari, sobretudo, a evolução do carro nos últimos três anos. O ano de 2014 foi especialmente difícil quando a equipe teve dificuldades com o regulamento técnico. Para se reinventar, a escuderia contratou Mauricio Arrivabene, que passou a ser questionado com os recentes problemas nesta segunda metade do campeonato e recebeu o apoio de Vettel.

“Precisamos olhar para os resultados. Olhe como a Ferrari estava depois de 2014, a situação ruim em que estava. Acho que ele (Arrivabene) foi a chave para nosso renascimento, foi ele que fez as coisas mudarem. É uma pessoa inovadora e um líder muito bom, e você precisa respeitar isso. Não importa o nível em que a pessoa está na Ferrari, todos o respeitam. No geral foi um bom ano. A pena é que houve algumas vezes em que não pudemos brigar e isso fez a diferença”, completou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *