F1: Para Williams, reclamações sobre motor são infundadas

Frank Williams, diretor da equipe Williams de Fórmula 1, afirmou que não há motivos para reclamações a respeito do “congelamento” na melhoria dos motores, imposto pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo), já que as equipes não podem mais alterar o equipamento durante uma temporada.

Flavio Briatore, da Renault, disse recentemente que esta medida impediu o desenvolvimento de seus motores, o que fez com que a equipe perdesse muito.


“A Renault seguiu todas as recomendações de congelamento de motor, enquanto outros não fazem isso. Nós sofremos porque não conseguimos desenvolver nossos motores”, afirmou Briatore ao jornal italiano Gazetta dello Sport. “Não é justo”, reclamou.


Sobre rumores de que algumas equipes tenham tentado burlar as regras, Frank Williams afirmou que algumas escuderias fizeram melhorias desde a medida imposta pela FIA, porém, ele não acredita que alguém tenha descumprido as regras. “Este é um assunto delicado”, admitiu.


Isso é anedótico, porém há uma história que diz que um dos pilotos da Red Bull saltou de seu carro Renault e conduziu-se ao carro da Ferrari, dizendo “caramba!”. Verdadeiro ou falso, eu não sei.


“Quando você desenvolve um motor, você emite o modelo e a FIA o mantém até que você o utilize pela primeira vez. Então, se os anéis do pistão estão causando-lhe problemas, você pode pedir e a FIA o deixará mudar o anel”, defendeu.


Quando questionado se havia alguma reclamação com a FIA, Williams disse. “Nós não temos uma forte razão até agora. Alguns motores são melhores do que outro, mas isso é a vida”, concluiu.



Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *