F1: Pilotos da McLaren são intimados após protestos

Os pilotos Lewis Hamilton e Heikki Kovalainen, da McLaren, foram chamados pelos comissários de prova para dar explicações sobre o suposto bloqueio a Fernando Alonso e Nick Heidfeld no fim do treino classificatório, o que teria prejudicado o desempenho dos dois pilotos.

Muitos pilotos fizeram sua última volta rápida mais cedo do que o normal, por conta da chuva que se aproximava, e diminuíram o ritmo nas voltas seguintes para poupar combustível.


Porém, alguns pilotos como Alonso, da Renault, e Heidfeld, da BMW, ainda tentavam melhorar seus tempos no final. Heidfeld criticou principalmente os dois pilotos da McLaren.


“As primeira curvas da minha última volta foram boas, porém alguns carros estavam muito lentos na parte final e atrapalharam meu desempenho”, afirmou o piloto da BMW.


“Aparentemente, eles não tinham a informação de que o treino ainda não tinha terminado. Eu perdi muito tempo por conta das duas McLarens, que estavam cruzando a linha de chegada”.


De acordo com Heidfeld, que sairá na sétima posição, se não fossem os dois carros da escuderia inglesa, ele poderia cravar o terceiro melhor tempo.


“Eu acho que isso custou 0,2s para mim, que poderia me colocar na terceira posição ao invés do sétimo lugar. Eu não pude correr como eu queria”.


Fonte:  Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *