F1: Pilotos da Toyota enfrentam questionamento após colisão

A Toyota deixou o Grande Prêmio da Espanha com mais dúvidas que respostas neste domingo após seus pilotos colidirem na corrida.

O alemão Ralf Schumacher tentou ultrapassar o companheiro de equipe Jarno Trulli na volta 16, mas os carros se tocaram e o pneu traseiro direito do carro do italiano quebrou a asa dianteira de Ralf.

Ralf abandonou a prova pouco depois por causa de um problema eletrônico, enquanto Trulli terminou em 10º, ainda sem marcar após seis corridas.

“Parece que vamos ter que analisar o que aconteceu hoje”, disse o chefe de equipe Tsutomu Tomita em comunicado da equipe. “Temos que entender porque não mantivemos a velocidade das outras equipes.”

“Temos que analisar o carro de Jarno para saber porque ele não conseguiu um bom desempenho pela segunda prova consecutiva. Temos que investigar as causas quando chegarmos a Colônia.”

“E finalmente temos que entender porque nossos dois pilotos tiveram a colisão. Na Toyota nossa filosofia é baseada em torno da prova. Somos uma equipe de corrida e significa que nossos pilotos têm que estar livres para correr, mas com um limite.”

A Toyota, considerada a equipe na Fórmula 1 que mais gastou, tem tido problemas nesta temporada após sua melhore performance no ano passado, quando terminou em quarto na classificação geral.

A equipe levará a Mônaco, para o próximo GP, um carro altamente revisado, e fará testes esta semana em Le Castellet, ao sul da França.

Trulli declarou neste domingo que a colisão foi um incidente de corrida e disse que nem sentiu o impacto da batida.

“A primeira vez que percebi que havíamos nos tocado foi quando Ralf desapareceu de meu retrovisor”, disse ele.

“Não existe ninguém para culpar, mas eu sinto muito porque ele é meu companheiro e ninguém quer ter problemas dentro da equipe”, disse Trulli. “Espero que possamos resolver a situação e tenho certeza de que vamos”.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *