F1: Piquet revela que equipe espanhola da F-1 quer Nelsinho para 2010

Escuderia deve ser a Campos, que entra na categoria no próximo ano.

O ex-piloto Nelson Piquet revelou que uma equipe espanhola está interessada em contar com o seu filho Nelsinho para a temporada de 2010 da Fórmula 1.

Atualmente, a categoria não conta com nenhuma escuderia do país, mas a Campos, do ex-piloto espanhol Adrían Campos, é um dos novos times que irão estrear na Fórmula 1 no próximo ano e que se enquadra no perfil descrito pelo ex-piloto.

Nelsinho foi demitido da Renault após o GP da Hungria, em julho. Depois, revelou à FIA que bateu de propósito para ajudar Fernando Alonso, seu companheiro de equipe, no GP de Cingapura de 2008. Apontados como elaboradores do plano, Flavio Briatore, chefe de equipe, e Pat Symonds, engenheiro-chefe, deixaram a Renault, sendo que Briatore ainda foi banido do esporte.

Em entrevista à TV Globo, Piquet explicou que o filho negocia com times pequenos. Segundo o tricampeão, as duras críticas feitas por Carlos Gracia, presidente da Federação Espanhola de Automobilismo, que disse que Nelsinho não deveria poder nem “guiar cegos”, estão relacionados ao interesse da Campos.

“O presidente da Federação Espanhola está batendo no Nelsinho de tudo quanto é jeito, sem razão alguma, porque tem um time espanhol querendo o Nelsinho e eles [federação espanhola] querem colocar dois pilotos espanhois.”

“Ele está querendo arranjar a vaga para um piloto espanhol e o time quer o Nelsinho porque ele é muito mais experiente e vai trazer muito mais resultados.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *