F1: Pneu de inverno da Pirelli estréia em Jerez

Esta será a primeira apresentação de muitos dos carros de 2014, visto que a Fórmula 1 sofreu uma revolução técnica com os motores 1.6 litros turbo e vários sistemas de recuperação de energia, além da alocação de combustível drasticamente reduzida e regras aerodinâmicas revistas.

Essas importantes mudanças levaram a um acerto dinâmico completamente diferente do veículo, de modo que a Pirelli desenvolveu uma nova gama de pneus 2014 para atender a estas demandas. Todos os pneus slick de 2014 têm uma nova construção e novos compostos, com um ligeiro aumento de peso. O pneu de chuva tem uma nova banda de rodagem e um composto diferente.

 

Jerez, que tem o asfalto mais áspero entre os circuitos da Fórmula 1, será a primeira oportunidade para as equipes começarem a integração dos seus novos carros com os pneus 2014. O último dia será dedicado aos testes dos pneus de chuva, com a pista molhada artificialmente (a não ser que chova em qualquer um dos dias anteriores, neste caso o dia dedicado aos pneus de chuva será antecipado).

 

“O teste de Jerez vai ser muito interessante, pois veremos os carros e motores de 2014 na pista pela primeira vez, e como eles irão interagir com os novos pneus. Será uma experiência de aprendizagem para todos. Da mesma forma que os carros, os pneus 2014 são muito diferentes de seus antecessores e a grande parte do nosso trabalho de preparação foi feita no simulador e na pista de testes”, diz disse Paul Hembery, diretor de automobilismo da Pirelli.

 

“No ano passado, as equipes desperdiçaram uma parte da pré-temporada devido às condições excessivamente frias na Espanha: ainda havia um pouco de gelo na pista em um ponto. Para evitar isso, nós desenvolvemos uma versão especial ‘de inverno’ do composto duro. Ele será utilizado apenas no teste de Jerez e é projetado para funcionar de forma eficaz, mesmo em condições de frio. Finalmente, o novo regulamento estipula que um dos dias dos testes de pré-temporada será dedicado para testar nossos novos pneus Cinturato intermediário e de chuva. Isto está programado para o último dia em Jerez, para dar às equipes experiência de uma vasta gama de condições, tão logo quanto possível, para que acertem seus carros 2014″, explica Hembery.

 

Fatos do teste:

• As equipes receberão um total de 135 conjuntos de pneus para testar este ano, incluindo os testes na temporada. O máximo para os três testes de pré-temporada é de 85 jogos de pneus: 25 para Jerez e 30 para cada um dos dois testes no Bahrein.

 

• Todos os quatro compostos P Zero slick (lisos), mais os Cinturato intermediário e de chuva estarão disponíveis para testes de pré-temporada. A Pirelli também está trazendo um composto especial de ‘inverno’ para Jerez, a fim de minimizar o efeito de baixas temperaturas ambientes nos tempo de pista. É um composto duro que foi otimizado para funcionar bem, mesmo em baixas temperaturas, reduzindo o risco de granulação (que é uma característica comum de tempo frio).

 

• As equipes terão um certo número de opções de compostos fixos, totalizando 18 conjuntos por carro, listadas na tabela abaixo, que são mais adequados para o circuito de Jerez. Incluído nesse total estão três conjuntos de pneus intermediários e três de chuva. Além disso, cada equipe também foi pôde escolher com antecedência mais sete jogos para testar em Jerez, até o máximo de 25 jogos por carro no total. Os compostos ‘base’ slicks – ‘inverno’, duros e médios – foram selecionados pela Pirelli em colaboração com as equipes para refletir as características de Jerez.

 

• O regulamento de 2014 afirma que um dos 12 dias de teste da pré-temporada será dedicado ao teste dos pneus para pista molhada, com a Pirelli como responsável pela irrigação da pista. Isto está programado para ocorrer no último dia do teste de Jerez (31 de Janeiro).

 

• Os 4.428 quilômetros da pista no sul da Espanha apresentam tanto curvas lentas quanto rápidas, e colocam ênfase principalmente nos pneus traseiros, que precisam trabalhar duro para fornecer a tração numa ampla gama de condições de uso. Tem sido amplamente utilizado para testes nos últimos anos, mas no passado já sediou um Grande Prêmio, em 1997.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *