F1: Por conta dos gastos, dirigente do GP de Valência quer cancelar contrato

Os organizadores do GP da Europa, sediado na cidade espanhola de Valência, almejam rescindir o contrato com a Fom (Formule One Management), empresa que gerencia os circuitos da temporada. A justificativa é que os gastos para receber o evento são muitos altos.

Francisco Camps, governante regional, externou ao “El Periodico” que o local não tem caixa suficiente para bancar uma corrida de grande porte, como a de Fórmula 1. Ainda segundo a publicação, a cidade desembolsa uma quantia perto de 30 milhões de euros (ou R$ 70 milhões). Desse montante, apenas dez milhões de euros são cobertos pela arrecadação oriunda dos ingressos, que vem diminuindo desde 2008.

Caso o município deixe de ser anfitrião, há a especulação de que Alcaniz (Espanha) e Portimão (Portugal) sejam possíveis substitutos.

Em 2010, o circuito foi realizado no dia 27 de junho. O alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, (que terminou a temporada como campeão) foi o piloto quem recebeu a bandeirada na primeira colocação.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *