FIA GT1: Características de Interlagos animam pilotos do Mundial FIA GT1

Estrangeiros e brasileiros não economizam elogios ao circuito que receberá a penúltima etapa de 2010

O Brasil recebe pela primeira vez uma etapa do Mundial FIA GT1 e logo na estreia da categoria no País o Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace pode ser o palco da decisão do título. Neste fim de semana, nos dias 26, 27 e 28 de novembro, a nona e penúltima prova da principal divisão de gran turismo do mundo será realizada no circuito, que recebeu diversos elogios dos participantes do Mundial.

O italiano Andrea Bertolini, que lidera o campeonato ao lado do alemão Michael Bartels com um modelo Maserati MC12, disse que espera dificuldades para conquistar o campeonato no Brasil. “Ganhar o título em Interlagos será difícil para nós por causa do peso do nosso carro. O Ford GT é mais leve e eu acho que o Thomas vai se dar melhor do que nós nas retas e mudanças de relevo”, afirmou.

Ele se refere ao principal rival na luta pelo título, o alemão Thomas Mutsch. Bertolini ressaltou que a estratégia da equipe deve ser semelhante à dos rivais. “Será muito importante termos as mesmas escolhas que os outros, sejam elas certas ou erradas”, disse o italiano, que aproveitou para brincar com o fato de o circuito paulistano ter o sentido anti-horário.

“Espero ter dores no pescoço, porque isso significaria que fomos muito rápidos”. O brasileiro que chega com melhores resultados para a corrida em casa é Ricardo Zonta, que ganhou a prova principal da Bélgica, em Spa-Francorchamps, e venceu também as duas baterias da última etapa, em Navarra, na Espanha, com um Lamborghini Murcielago 670 R-SV.

O piloto, que ocupa a sexta colocação na tabela de pontos mesmo sem disputar regulamente o campeonato, disse que tem boa expectativa para a prova. “As oportunidades de ultrapassagens neste circuito estão na reta principal, porque ela é muito longa, e os motores vão fazer a diferença. Acredito que a pista será boa para o Lamborghini, pois há curvas boas para tração e curvas de média velocidade”.

“E acho que os fãs brasileiros vão adorar o Mundial FIA GT1”, acrescentou o paranaense, conterrâneo do brasileiro que disputa todas as etapas da temporada, Enrique Bernoldi. “Estou confiante em ter um ritmo forte em Interlagos e lutarei pela vitória para ajudar o meu time a conquistar o título de equipes. É ótimo poder correr no meu País novamente em um campeonato mundial e minha motivação é alta”.

“É um circuito no sentido anti-horário e isso faz um pouco de diferença, então tenho de esperar para ver como um carro de GT1 se comporta nele. É um traçado mais exigente do que a maioria, pois tem muitas curvas de alta e algumas de baixa velocidade também. É uma ótima pista para ultrapassagens, então será divertido tanto para os pilotos quanto para os espectadores”, acrescentou Enrique Bernoldi.

Outro piloto que se mostrou empolgado com o traçado de Interlagos é o alemão Michael Krumm. “Esta é uma pista muito famosa e será emocionante guiar nela, principalmente depois de ver tantas corridas pela TV. Nosso carro, o Nissan GT-R, deve se adaptar bem a ela, então a expectativa é boa”, comentou o piloto, que destacou uma curiosidade.

“A única grande diferença será nossa posição nos pits. Como nosso carro tem o volante do lado direto, nós ficaremos do outro lado para a troca de pilotos”, afirmou. Krumm ainda disse que não se preocupa com as típicas condições imprevisíveis de tempo em Interlagos. “Normalmente, nosso carro é muito competitivo na chuva, então qualquer condição será bem-vinda”, finalizou o alemão.

O dinamarquês Christoffer Nygaard também entrou no grupo dos que elogiam a pista. “Interlagos tem um traçado empolgante e nosso Aston Martin DB9 deve se dar bem, já que há muitas curvas de alta velocidade. Além disso, o circuito é também um ícone das corridas de Fórmula 1, o que deixa o fim de semana mais especial ainda”, disse o piloto.

Para ele, o fato de ser anti-horário não vai afetar seu desempenho. “Honestamente, eu não acredito que isso influencie meu desempenho. Há sempre curvas para a direita e para a esquerda em um circuito moderno, e meu treino não é focado em um tipo especial de curva. Já que o campeonato começou em uma pista com sentido anti-horário, acho que todos estão prontos para isso. Eu sei que estou”, finalizou.

A temporada 2010 do Mundial FIA GT1 se iniciou em Abu Dhabi e depois passou por sete circuitos europeus: Silverstone, Brno, Paul Ricard, Spa-Francorchamps, Nurburgring, Algarve e Navarra. Depois de deixar o Brasil, a categoria vai a São Luís, na Argentina, para a última etapa do calendário. Aqui, a prova do Mundial FIA GT1 será realizada em conjunto com a programação do Itaipava GT Brasil.

A etapa brasileira do Mundial FIA GT1 terá transmissão ao vivo pela RedeTV! no domingo (28) a partir das 14h45.

A PROGRAMAÇÃO EM INTERLAGOS

Sexta-Feira (26)
08:55 – 09:50 1º Treino Livre, TNT Superbike
10:00 – 10:45 1º Treino Livre, Itaipava GT Brasil
10:55 – 12:15 Treino Livre, Mundial FIA GT1
12:25 – 13:20 2º Treino Livre, TNT Superbike
13:30 – 14:15 2º Treino Livre, Itaipava GT Brasil
14:25 – 15:20 3º Treino Livre, TNT Superbike
15:30 – 16:50 Pré-Classificação – Mundial FIA GT1
17:00 – 17:45 3º Treino Livre, Itaipava GT Brasil

Sábado (27)
08:00 – 08:45 4º Treino Livre, Itaipava GT Brasil
09:00 – 10:00 Classificação, Mundial FIA GT1
10:10 – 10:55 1º Treino Classificatório, TNT Superbike
11:05 – 11:50 2º Treino Classificatório, TNT Superbike
12:00 – 12:45 1º Treino Classificatório, Itaipava GT Brasil
13:00 – 13:45 2º Treino Classificatório, Itaipava GT Brasil
14:30 – 15:30 Corrida Classificatória, Mundial FIA GT1
15:40 – 16:25 3º Treino Classificatório, TNT Superbike
17:05 – 17:55 1ª Corrida, Itaipava GT Brasil
18:15 – 18:30 Super Pole, TNT Superbike

Domingo (28)
08:20 – 08:35 Warm Up, TNT Superbike
08:50 – 09:05 Warm Up, Itaipava GT Brasil
09:20 – 09:50 Warm Up, Mundial FIA GT1
10:22 – 10:52 Corrida, TNT Superbike
13:03 – 13:53 2ª Corrida, Itaipava GT Brasil
15:00 – 16:00 Corrida Principal, Mundial FIA GT1

LISTA DE INSCRITOS DO MUNDIAL FIA GT1

1 Vitaphone Racing Team, Michael Bartels (ALE)/Andrea Bertolini (ITA), Maserati MC12

2 Vitaphone Racing Team, Miguel Ramos (POR)/Enrique Bernoldi (BRA), Maserati MC12

3 Swiss Racing Team, Karl Wendlinger (AUT)/Henri Moser (SUI), Nissan GT-R

4 Swiss Racing Team, Seiji Ara (JPN)/Max Nilsson (SUE), Nissan GT-R

5 Matech Competition, Thomas Mutsch (ALE)/Richard Westbrook (GBR), Ford GT Matech

6 Matech Competition, Nicolas Armindo (FRA)/Neel Jani (SUI), Ford GT Matech

7 Young Driver AMR, Darren Turner (GBR)/Tomas Enge (CZE), Aston Martin DB9

8 Young Driver AMR, Stefan Mücke (ALE)/Christoffer Nygaard (DIN), Aston Martin DB9

9 Hexis AMR, Frédéric Makowiecki (FRA)/ Yann Clairay (FRA), Aston Martin DB9

10 Hexis AMR, Clivio Piccione (MON)/Jonathan Hirschi (FRA), Aston Martin DB9

11 Mad-Croc Racing, Thomas Serwin (DIN)/Xavier Maassen (HOL), Corvette Z06

12 Mad-Croc Racing, Duncan Huisman (HOL)/ Pertti Kuismanen (FIN), Corvette Z06

13 Phoenix Racing/Carsport, Marc Hennerici (ALE)/Alex Margaritis (GRE), Corvette Z06

22 Sumo Power GT, Jamie Campbell-Walter (GBR)/Warren Hughes (GBR), Nissan GT-R

23 Sumo Power GT, Peter Dumbreck (GBR)/Michael Krumm (ALE), Nissan GT-R

24 Reiter, Peter Kox (HOL)/Christopher Haase (ALE), Lamborghini Murcielago 670 R-SV

25 Reiter, Ricardo Zonta (BRA)/Frank Kechele (ALE), Lamborghini Murcielago 670 R-SV

33 Triple H Team Hegersport, Altfrid Heger (ALE)/Alex Müller (ALE), Maserati MC12

34 Triple H Team Hegersport, Nico Verdonck (BEL)/Alessandro Pier Guidi (ITA), Maserati MC12

37 All-Inkl.com, Christophe Bouchut (FRA)/Marc Basseng (ALE), Lamborghini Murcielago 670 R-SV

38 All-Inkl.com, Nicky Pastorelli (ITA)/Dominik Schwager (ALE), Lamborghini Murcielago 670 R-SV

40 Marc VDS Racing Team, Maxime Martin (BEL)/Bas Leinders (BEL), Ford GT Matech

41 Marc VDS Racing Team, Matteo Bobbi (ITA)/Markus Palttala (FIN), Ford GT Matech

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO (APÓS 8 DE 10 ETAPAS)

PILOTOS

1 Andrea Bertolini ITA 130 pontos
1 Michael Bartels DEU 130 pontos
2 Thomas Mutsch DEU 95
3 Marc Hennerici DEU 84
4 Frank Kechele DEU 83
5 Darren Turner GBR 78
5 Tomas Enge CZE 78
6 Ricardo Zonta BRA 75
7 Frederic Makowiecki FRA 72
8 Alexander Margaritis GRC 69
9 Romain Grosjean CHE 62
10 Michael Krumm DEU 57
10 Peter Dumbreck GBR 57
11 Jamie Campbell-Walter GBR 52
11 Warren Hughes GBR 52
12 Altfrid Heger DEU 45
13 Maxime Martin BEL 40
13 Bas Leinders BEL 40
14 Thomas Accary FRA 38
15 Peter Kox NLD 38
15 Christopher Haase DEU 38
16 Richard Westbrook GBR 33
17 Yann Clairay FRA 32
18 Jonathan Hirschi CHE 31
18 Clivio Piccione MCO 31
19 Enrique Bernoldi BRA 28
19 Miguel Ramos PRT 28
20 Jos Menten NLD 27
21 Andreas Zuber AUT 26
22 Andrea Piccini ITA 25
23 Stefan Mucke DEU 24
23 Christoffer Nygaard DNK 24
24 Bert Longin BEL 24
25 Mike Hezemans NLD 23
26 Alex Müller DEU 21
27 Matteo Bobbi ITA 19
28 Xavier Maassen NLD 17
29 Rafael Daniel BRA 11
30 Nico Verdonck BEL 10
31 Nicky Pastorelli ITA 10
31 Dominik Schwager DEU 10
32 Alessandro Pier Guidi ITA 8
33 Neel Jani CHE 6
33 Nicolas Armindo FRA 6
34 Stefan Rosina 4
35 Max Nilsson SWE 2
35 Karl Wendlinger AUT 2
35 Markus Palttala FIN 2
35 Stephane Sarrazin FRA 2
35 Seiji Ara JPN 2
35 Henri Moser CHE 2
36 Renaud Kuppens BEL 1

EQUIPES

1 Vitaphone Racing Team DEU 160
2 Reiter DEU 142
3 Sumo Power GT GBR 114
4 Hexis AMR FRA 110
4 Young Driver AMR DEU 110
5 Matech Competition CHE 101
6 Triple H Team Hegersport DEU 80
7 Marc VDS Racing Team BEL 46
8 Mad-Croc Racing BEL 17
9 All-Inkl.com Münnich Motorsport DEU 12
10 Swiss Racing Team CHE 5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *