F1: Por mais segurança, FIA propõe nova estrutura anti-impacto para 2014

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) desenvolveu, em parceria com as equipes de Fórmula 1 uma nova estrutura de carbono que será integrada aos carros na temporada 2014 da competição. O objetivo é promover maior segurança aos pilotos, evitando acidentes graves quando o impacto ocorre em ângulos desfavoráveis.

Alguns testes mostraram que os pilotos podem ser muito prejudicados se uma batida ocorrer em alguns ângulos, como o grave acidente do polonês Robert Kubica, no Grande Prêmio do Canadá em 2007, quando ele corria pela BMW Sauber.

A estrutura é uma sobreposição de painéis de carbono, que deformam de acordo com a batida. Mais de uma equipe ajudou na produção, mas o desenvolvimento se deu a partir da sugestão da Red Bull. “Houve três equipes que nos enviaram algumas peças anti-impacto, e nós as submetemos a alguns testes físicos, mas a nossa pareceu a melhor de todas, então nós continuamos a desenvolvê-la”, explicou Paul Monaghan, engenheiro da escuderia austríaca.

Segundo o especialista, a estrutura não irá interferir no desenvolvimento dos carros para 2014. “O cockpit tem uma especificação comum, mas como as equipes as aplicam em seus carros é outro negócio. Os testes estáticos que serão feitos no monocoque vai determinar a força da montagem e assegurar que eles são suficientemente fortes. Depois disso, vai depender das equipes em como vão integrar tudo isso e como vão desenhar seus carros”, acrescentou.

Com a mudança, os testes de impacto, realizados na pré-temporada, não serão mais necessários, o que ajuda financeiramente as escuderias. “Um de nossos esforços era evitar que as equipes tivessem mais gastos no processo de testes. Levando em conta que todo mundo tem um monocoque que é forte o bastante e já passou nos testes estáticos, então eles economizaram dinheiro, já que não precisam fazer um teste de impacto”, finalizou Monaghan.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *