F1: Presidente da Ferrari coloca credibilidade da F-1 em xeque

A branda punição dada a Lewis Hamilton também não foi aceita pelo presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo. Após Fernando Alonso e Felipe Massa manifestarem publicamente o descontentamento, foi a vez de o dirigente bradar contra o que considera uma injustiça.

Montezemolo, inclusive, disparou contra a organização da Fórmula 1. “Este foi um acontecimento sério e inaceitável que cria precedentes perigosos, jogando uma sombra na credibilidade da Fórmula 1”, afirmou o dirigente.

“O resultado de ontem foi falso. A Ferrari, que se mostrou competitiva no GP da Europa, pagou o preço pelo seu alto respeito às regras, enquanto aqueles que as infringiram foram penalizado pelos comissários de uma maneira menos severa que o estrago de quem as cumpriu”, emendou.

Antes de encerrar o comunicado, porém, ele ressaltou sua confiança na Federação Internacional de Automobilismo (FIA), que é atualmente comandada por Jean Todt, ex-chefe da Ferrari. “Estou certo que a FIA irá analisar profundamente o que aconteceu, tomando as decisões necessárias. A Ferrari irá acompanhar isto com interesse”, avisou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *