F1: Presidente da FIA admite mau uso da Internet

A Fórmula 1 deveria explorar mais as possibilidades oferecidas pela Internet. Essa é a opinião de Max Mosley, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). O dirigente admitiu que a principal categoria da velocidade mundial não sabe como tirar proveito da rede de computadores, e ainda sugeriu mudanças.

Bernie Ecclestone, proprietário dos direitos comerciais da Fórmula 1, é conhecido por sua aversão à Internet. Os fãs se queixam frequentemente do site da categoria e os jornalistas que trabalham no meio costumam encontrar uma série de dificuldades para se credenciar para as provas.

“O Bernie é muito cético com a Internet, não há dúvida disso”, afirmou Mosley em entrevista à imprensa alemã. “Se pudéssemos superar essa trava, seria possível fazer grandes coisas, já que o potencial da Internet é enorme”, acrescentou o presidente da FIA.

A partir da rede mundial de computadores, Max Mosley gostaria de inserir os fãs no cotidiano da Fórmula 1. Pela Internet, os torcedores teriam acesso às imagens das câmeras de televisão instaladas dentro do paddock, nos boxes e na zona pública dos motorhomes.

“Colocaríamos o fã no meio de toda a ação”, propõe o presidente da FIA. De acordo com o dirigente, a área é a mais debilitada da estrutura da Fórmula 1. “Eu revolucionaria a forma que a Fórmula 1 usa a Internet, já que acredito que é a área mais descuidada”, declarou Mosley.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *