F1: Presidente da FIA diz que ano foi positivo para a F-1

Max Mosley, presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), vai na contramão da opinião geral e afirma que a temporada de 2007 da Fórmula 1 foi positiva para o esporte.

O dirigente declarou que, apesar da confirmação das acusações de espionagem industrial por parte da inglesa McLaren e da briga entre a equipe e a Ferrari nos tribunais, o ano foi “empolgante e fascinante”. ‘Sobretudo nas últimas voltas do campeonato, tudo aconteceu como deveria acontecer’, disse Mosley, em entrevista ao jornal britânico The Guardian.


Ele falou ainda que a briga fora das pistas entre as duas escuderias teria ajudado na divulgação da categoria. ‘Essa publicidade aumenta o interesse. As pessoas estão interessadas no aspecto humano. E todo o lado humano na situação Ferrari x McLaren fascinou as pessoas de fora da F1’.


O chefe da instituição que regula o automobilismo disse ainda que o resultado final do campeonato, com o título do finlandês Kimi Raikkonen da Ferrari, conquistado no GP de Interlagos, o agradou. ‘Isso foi um alívio’, revelou Mosley. ‘Porque se um dos pilotos da McLaren tivesse vencido, isso se transformaria em algo questionável. Não sei o quão questionável seria, mas de alguma forma seria. Acho que no final nos tivemos sorte‘, concluiu.


Fonte: Gazeta Esportiva.Net


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *