F1: Problema abrevia treino de Razia em Xangai

Primeiro nordestino a participar de uma sessão oficial da categoria enfrenta quebra de suspensão e completa apenas nove voltas na pista chinesa

Luiz Razia realizou nesta sexta-feira no circuito de Xangai o sonho de pilotar oficialmente em uma sessão de F-1. No entanto, um problema na suspensão do modelo T128 do Team Lotus fez o primeiro nordestino a participar de um fim de semana de Grande Prêmio completar apenas nove voltas no treino livre inicial para o GP da China.

“Foi ótimo estar aqui e receber esta oportunidade do Team Lotus. Infelizmente a suspensão dianteira quebrou e fez quebrar a asa e tive de voltar bem lento para os boxes. Não sabemos o que aconteceu e a equipe está olhando os dados. Foi uma quebra muito estranha e acabou meu treino muito cedo”, comenta Razia, de 22 anos, que fez seu terceiro teste a bordo de um F-1 _o primeiro foi em Abu Dhabi, no ano passado, com a Virgin, e, em março, andou pela primeira vez pelo Team Lotus na pista de Barcelona.

“Estava começando a pegar a mão do carro e dos freios, que são muito diferentes da GP2. Até aquele momento estava bom, mas não deu para voltar”, lamenta Razia, que, mesmo com poucas voltas completadas, conseguiu notar a melhoria no modelo T128, que teve novas evoluções introduzidas nas últimas corridas, que fizeram o time andar a cerca de meio segundo da Williams no GP da Malásia.

“A estabilidade traseira melhorou bastante com os novos ítens, e o carro se comporta bem agora nas curvas e alta, bem diferente de Barcelona, onde parecia que estava dançando. Nos dois treinos, usei pneus duros e deu para sentir o grande salto de performance”, analisa o baiano, que não sabe ainda quando retornará a cockpit do carro malaio, uma vez que a temporada 2011 da GP2 tem início no dia 7 de maio em Istambul, na Turquia, e o objetivo de Razia é a categoria de acesso, representando o Team AirAsia.

“Agora começa a GP2 e quero meu foco 100% nela. Só existe uma prova que daria pra andar, que é no Canadá, mas não conheço a pista e não sei se é uma boa opção. Estamos decidindo e avaliando, ainda. Quero fazer um bom trabalho e dar o máximo de informação para a equipe. Vamos ver”, completa Razia, que estabeleceu seu melhor tempo em 1min44s542.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *