F1: Problema no motor de Alonso ainda é um mistério

Uma reunião foi feita pela cúpula da Ferrari nesta terça-feira. O motivo foi o motor da fábrica italiana, que levou três carros que usam seus propulsores a abandonarem o GP da Malásia. Além de Fernando Alonso, da própria equipe, os dois carros da Sauber também saíram da corrida.

No caso de Alonso, apenas algumas suspeitas foram levantadas, mas o veredicto final, não foi dado. O carro do espanhol soltou muita fumaça repentinamente, típico de motor estourado.
“Foi inesperado e um acontecimento isolado, que não tem a ver com os problemas do Bahrein, provocados por um superaquecimento momentâneo. Não houve nenhum parâmetro mostrando anormalidades. É possível que o problema na caixa de câmbio pode ter trazido consequências ao motor, usado de forma anômala durante toda a corrida, mas ficou claro que uma análise mais precisa deve ser feita quando o motor retornar à fábrica”, explica um comunicado oficial da Ferrari. No GP da Malásia, Alonso perdeu a embreagem ainda no início da corrida.
Já no caso da Sauber, o motivo foi o mesmo nos dois carros. A Ferrari anunciou que foi detectado um problema de funcionamento no gerenciamento eletrônico do motor. A peça é fornecida às equipes pela McLaren.
Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *