F1: Quebra do motor de Massa deixa Schumacher em alerta

Michael Schumacher sofreu um golpe nesta sexta-feira quando seu companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Massa, sofreu um quebra de motor no treino livre para o Grande Prêmio da China, no domingo.

Mas o diretor técnico da Ferrari, Ross Brawn, demonstrou otimismo em relação ao motor do alemão, que está dois pontos atrás de Fernando Alonso, da Renault, restando três corridas para o fim da temporada.


Brawn disse que a Ferrari está desmontando parte do motor de Massa para ter uma visão mais clara do problema, mas que as primeiras impressões são positivas.


“Temos que entender o problema, porque é um modelo que usamos muito e que não teve problemas”, disse ele a repórteres.


“Há uma chance de que o tipo de falha que tivemos foi causada por algo que caiu na parte interna, algo que entrou no motor, que seria uma falha peculiar.”


“Se esta for a causa… não devemos nos preocupar.”


Schumacher, sete vezes campeão mundial, ainda não marcou pontos nas duas corridas que já fez na China.


A corrida de domingo vai ser sua última chance, porque ele vai deixar de correr depois desta temporada.


O problema de Massa vai custar 10 lugares no grid de largada, diminuindo a esperança da equipe de ampliar sua vantagem de três pontos sobre a Renault no campeonato de equipes.


“É uma pena, já que o carro parecia bem balanceado desde o começo e pude fazer alguns bons tempos”, disse o brasileiro, que ganhou sua primeira prova no mês passado, na Turquia, e que sofreu o problema no treino da tarde de sexta-feira.


“É claro que perder 10 vagas no grid vai tornar minha corrida muito mais dura, mas acho que ainda posso ter um bom desempenho.”


Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *